Porque «o homem não é uma inutilidade num mundo feito mas o obreiro de um mundo a fazer»... (Leonardo Coimbra)
Continuamos a imaginar ainda determos alguma soberania sobre o Mar pela formal jurisdição nacional que detemos? Pura ilusão.Na realidade, no que ao Mar respeita, afirma-o peremptoriamente Jorge Oliveira e Carmo, Professor da Faculdade de Direito da Universidade Nova e cinco anos Subdirector-Geral de Política do Mar, «os Estados já não mandam nada». Ainda haverá Mar Europeu mas a real tendência é mesmo tudo ceder ao Governo Mundial do Mar sob patrocínio das Nações Unidas.
O adágio é antigo: em Roma sê Romano. «Mutatis mutandis», certo também, é agora dizer, actualizando: entre infantes sê infante.
Somos, definitivamente uma nação paradoxal. Com extraordinárias capacidades individuais, de modo geral, a falta de capacidade de conjugação de esforços, de ganhar escala e projecção internacional, tudo _ ou quase tudo _ destrói, como singularmente, e não sem o seu quê de melancólico, a conversa com Rui Roque, da notável Nautiber, uma vez mais, exemplarmente o expõe.
Porque «o homem não é uma inutilidade num mundo feito mas o obreiro de um mundo a fazer»... (Leonardo Coimbra) saiba mais1:1
Outubro 19, 2020
Continuamos a imaginar ainda determos alguma soberania sobre o Mar pela formal jurisdição nacional que detemos? Pura ilusão.Na realidade, no que ao Mar respeita, afirma-o peremptoriamente Jorge Oliveira e Carmo, Professor da Faculdade de Direito da Universidade Nova e cinco anos Subdirector-Geral de Política do Mar, «os Estados já não mandam nada». Ainda haverá Mar Europeu mas a real tendência é mesmo tudo ceder ao Governo Mundial do Mar sob patrocínio das Nações Unidas. saiba mais2:2
Janeiro 25, 2021
O adágio é antigo: em Roma sê Romano. «Mutatis mutandis», certo também, é agora dizer, actualizando: entre infantes sê infante. saiba mais3:3
Janeiro 22, 2021
Somos, definitivamente uma nação paradoxal. Com extraordinárias capacidades individuais, de modo geral, a falta de capacidade de conjugação de esforços, de ganhar escala e projecção internacional, tudo _ ou quase tudo _ destrói, como singularmente, e não sem o seu quê de melancólico, a conversa com Rui Roque, da notável Nautiber, uma vez mais, exemplarmente o expõe. saiba mais1:4
Janeiro 22, 2021
Que nova era emergirá pós-pandemia? Dias de Nova Guerra Fria em tempos de enfraquecimento da China? Essa a tese de Jorge Silva, eventualmente inesperada e pouco ortodoxa, mas aqui justificada e explicada porquê também. saiba mais2:5
Janeiro 21, 2021
O drama da falta de investimento no Mar é, não apenas mas acima de tudo, a falta de uma verdadeira sociedade civil com independência que obrigue o poder político a uma diferente visão económica, dos negócios e das possibilidades de desenvolvimento nacional. Quem o afirma é José Poças Esteves, uma das figuras mais conhecidas na elaboração famoso estudo do «Hypercluster do Mar» coordenado por Ernâni Lopes. Há esperança para que o panorama mude?... saiba mais3:6
Janeiro 20, 2021
Se soubermos olhar para o Índico com atenção e olhos de ver, facilmente se compreende como esse Oceano que é, de certo modo, um Oceano relativamente fechado, é hoje palco de encontro dos principais Blocos Geopolíticos que se estão a reconfigurar no mundo _ importando nunca esquecer também ser o Oceano por onde transita cerca de 80% do comércio mundial e mais mais de 85% no que respeita aos hidrocarbonetos, como acentua e nos recorda, uma vez mais, Jorge Silva. saiba mais1:1
Janeiro 19, 2021
Coreia do Norte
Foram as relações transatlânticas, entre a os Estados Unidos e a Europa, tão afectadas pela Administração Trump quanto por vezes se faz crer? E o que poderá ser diferente com Biden? Uma conversa com Carlos Mendes Dias, Presidente da Conselho Directivo do Centro Português de Geopolítica e Professor no ISCIA. saiba mais2:2
Janeiro 15, 2021
Vai ficar tudo bem? Não, não vai ficar tudo bem. Pelo contrário, tudo indica que isto não vais mesmo é acabar bem. Não, não nos referimos apenas à pandemia, referimo-nos, infelizmente, ao futuro de Portugal que não augura nada de bom. saiba mais3:3
Janeiro 14, 2021
Estão as novas gerações tão desligadas da política e de quaisquer preocupações com o futuro de Portugal como habitualmente se afirma? O Movimento Cumprir Portugal nega-o _ e porque tem uma genuína preocupação com o futuro de Portugal, tem igualmente uma profunda consciência da inconsciência da Nação Marítima que somos e que importa termos, como afirma sem hesitação José Diogo Marques, um dos fundadores do Movimento. saiba mais1:4
Janeiro 12, 2021
Desde há muito que se fala com insistência nas enormes potencialidades da Náutica de Recreio em Portugal, como de algum modo o confirma a mais recente actualização da Conta Satélite do Mar (dados de 2018), onde o Sector do Turismo, onde se inclui a Náutica de Recreio, surge ainda como o sector de maior relevo económico, responsável por 43% do VAB e cerca de 72 mil postos de trabalho. Para o futuro, porém, como já na actualidade, o que temos a esperar, de acordo com Augusto Felício, Professor Catedrático do ISEG, não é senão o desastre… saiba mais2:5
Janeiro 11, 2021
A situação dramática vivida em Cabo Delgado não deixa de se adensar diariamente e se tudo se torna cada vez mais confuso e imbricado, se a Total, os maiores investidores na região, parece estar já, inclusive, a proceder aos preparativos para uma retirada estratégica, o regresso da Rússia a África ainda baralha mais as contas, como nos diz Jorge Silva nesta nova conversa sobre o tema. saiba mais3:6
Janeiro 7, 2021
A excepcionalidade Portuguesa é esta, sabemo-lo: termos instituições, investigadores e inovação do mais avançado que se faz no mundo mas, em simultâneo, uma mesma estranha incapacidade de afirmarmos em termos nacionais essa mesma excepcionalidade. Porquê? A conversa com João Tasso Borges de Sousa, principal responsável pela direcção e desenvolvimento do LSTS da FEUP, com uma capacidade de inovação é reconhecida desde os mais avançados Centros de Investigação da Noruega, Suécia, Finlândia e Estados Unidos, bem como pela Marinha Portuguesa e, mais extraordinário ainda, pela Marinha dos Estados Unidos, ajudam-nos a compreender melhor a paradoxal singularidade. saiba mais1:1
Janeiro 5, 2021
O ano que terminou, encerrou com duas más notícias vindas de Inglaterra, e as duas relacionadas entre si: a saída da Grã-Bretanha da União Europeia (UE), e a morte de John Le Carré. saiba mais2:2
Janeiro 4, 2021
Como desde sempre se sabe, a capacidade de produção alimentar é um dos elementos mais decisivos na afirmação de independência de uma nação. Nada que não se saiba desde sempre mas que a pandemia do COVID-19 só veio reforçar e mais relevante ainda, por isso mesmo, os passos a serem dados para começarmos a levar a sério, finalmente, a produção em aquacultura em Portugal, como nos expõe Pedro Pousão, responsável pela Estação de Piscicultura de Olhão do IPMA. saiba mais3:3
Dezembro 28, 2020
A intensificar-se, os cyberataques são uma inegável ameaça crescente sob todos os aspectos, geopolíticos, militares e económico-financeiros, obrigando a redobrada consciência da sua realidade _ e o Mar está também cada vez mais exposto a essas mesmas crescentes ameaças, como chama a atenção e não deixa de sublinhar o Director do Gabinete Nacional de Segurança, Almirante Gameiro Marques. saiba mais1:4
Dezembro 21, 2020
Vastos continuam a ser os interesses franceses no mundo e múltiplas as suas influências na defesa desses mesmos interesses, incluindo no Índico, incluindo em Moçambique e, inclusive também, como ficamos a compreender melhor nesta nova conversa com Jorge Silva. saiba mais2:5
Dezembro 17, 2020
Nesta segunda conversa com Jorge Silva na procura de uma mais ampla compreensão da complexa situação da insurgência em Cabo Delgado, não deixa de ficar igualmente bem vincada a expressa ameaça feita já aos Portugueses residentes em Moçambique caso Portugal opte pelo envio de militares para um envolvimento directo através no conflito. saiba mais3:6
Dezembro 15, 2020
Semana do Mar
Se o nossos políticos, do Presidente da República ao Primeiro-Ministro, afirmam ser o Mar um «desígnio» para Portugal, o Presidente do IMPMA, Miguel Miranda, não hesita em vincar com veemência: «no Mar, nem os mínimos cumprimos» _ ou seja, no Mar, não estamos senão condenados a ser engolidos por Bruxelas e subsumir-nos às estratégias de terceiros. saiba mais
Dezembro 10, 2020
Do desenvolvimento de um Veículo Marítimo de Superfície (UOPV) com características únicas de alimentação e propulsão, em construção no Algarve, até à redução de 3% para 0,4% do teor de enxofre em petróleo extraído na Arábia Saudita, eis alguns dos projectos mais vanguardistas da Tecnoveritas aqui apresentados pelo seu mentor, Jorge Antunes. saiba mais
Dezembro 9, 2020
A morte de Eduardo Lourenço despertou uma unanimidade de homenagens que muito nos surpreendeu, afinal era muito mais lido, meditado e seguido do que alguma vez imaginámos possível _ o que talvez explique também, em grande medida, porque tão inconscientes ainda somos da importância da Nação Marítima que somos… saiba mais
Dezembro 4, 2020
Não são raros os lugares da Terra onde os horários dos comboios se podem encontrar em livrarias. E geralmente nas estantes da ficção. saiba mais
Dezembro 4, 2020
O que se tem passado em Cabo Delgado, no Norte de Moçambique começa a despertar alguma atenção em Portugal mas o que mais surpreende é a pouca atenção que se damos à decisiva importância estratégica do Índico, sobretudo quando o Índico não deixou de ser um Oceano inteiramente controlado por Portugueses e que ainda hoje os pontos estratégicos decisivos continuam a ser exactamente os mesmos já então detectados por Afonso de Albuquerque., como uma vez mais se constata na conversa com Jorge Silva, Consultor de Operações Portuárias e Tecnologia e Investigador em Ciências Oceânicas. saiba mais
Dezembro 2, 2020
Da pouca importância atribuída ao Ministério do Mar na orgânica do Governo ao diminuto número de reunião da CIAM e à consequente dificuldade de impor uma verdadeira Estratégia Nacional para o Mar ao início de questões mais concretas, como as Pescas e a Aquacultura ou os possíveis futuros problemas com a mineração marinha, a segunda parte da entrevista com o Ministro do Mar, Ricardo Serrão Santos. saiba mais
Novembro 27, 2020
Que importa mais neste momento, a conservação dos Oceanos ou o desenvolvimento nacional da Economia do Mar? E tem o Governo a consciência da decisiva importância da Economia do Mar para o futuro de Portugal e consequente determinação da respectiva Estratégia? Porquê, então, a passagem dos portos para tutela do Ministério das Infra-Estruturas? Eis algumas das questões abordadas nesta primeira parte da entrevista com o Ministro Mar, Ricardo Serrão Santos. saiba mais
Novembro 26, 2020
Tendo Portugal assumido o compromisso de atingir a neutralidade carbónica em 2050, quais as principais implicações do Regulamento Europeu relativo à monitorização, comunicação e verificação das emissões de CO2 provenientes do transporte marítimo e que se aplica aos navios com uma arqueação bruta superior a 5000 toneladas, entretanto transposto para a legislação nacional, é o centro do diálogo com Ivone Rocha, responsável da Telles pela área do Ambiente e do Mar. saiba mais
Novembro 24, 2020
Para além do valor da farinha de peixe exportada pela Aquasoja, o facto de a sua produção obedecer aos bons princípios da Economia Circular não deixa de ser igualmente de capital importância. A conversa co Tiago Aires, Director Técnico da Soja de Portugal. saiba mais
Novembro 23, 2020
Está-se a querer transformar a UCC (Unidade de Controlo Costeiro) da GNR numa verdadeira Guarda Costeira Nacional? Essa é a questão que se coloca com a entrega da primeira de quatro Mega-Lanchas de 35 m à GNR para fiscalização e prevenção criminal em alto-mar e não deixa, como não podia deixar, de causar forte polémica. O que nos devemos interrogar, entretanto, é se, no meio de tão acesa polémica, não nos está a escapar o essencial… saiba mais
Novembro 19, 2020
ANOPCERCO
Numa fase de mudança de Quadro Comunitário e tão dependente da pesca da sardinha, quando não se sabe exactamente o que irá suceder com as respectivas quotas, a apreensão em relação ao futuro é, naturalmente, elevada _ mesmo se, paradoxalmente, a pandemia tenha sido até, sob certos aspectos benéfica. No entanto, problemas como a dificuldade de renovação e modernização da frota, assim como a necessidade de novos abates, também se mantêm. saiba mais
Novembro 16, 2020
Secretaria de Estado das Pescas
A mais tradicional pesca costeira em que a sardinha continua a ser a espécie dominante, não vive dias particularmente auspiciosos. É certo que as populações de sardinha têm vindo a recuperar para além das expectativas mas os barcos já pouco mais saem para o mar para além de 4 ou 5 meses e os problemas dos pescadores não recuperam ao mesmo feliz ritmo da recuperação da sardinha, como nos explica Humberto Jorge, Presidente da ANOPOCERCO (Associação Nacional das Organizações de Produtores da Pesca do Cerco). saiba mais
Novembro 13, 2020
NRP Figueira da Foz
Das consequências da pandemia do COVID-19 na Defesa & Segurança no Mar à sempre decisiva posição geoestratégica dos Açores no Atlântico, a conclusão da entrevista com Nuno Sardinha Monteiro, Comandante da Marinha Portuguesa e actual Chefe da Divisão de Planeamento do Estado Maior da Armada. saiba mais
Novembro 9, 2020
Operational Sea Training
Num mundo em profunda e acelerada transformação em que o Mar assume renovada predominância, muitos são os desafios que se colocam à Marinha Portuguesa, alguns dos quais ficam bem explícitos na entrevista com Nuno Sardinha Monteiro, Comandante e actual Chefe da Divisão de Planeamento do Estado Maior da Armada. saiba mais
Novembro 6, 2020
Infelizmente, os nossos políticos e consequentes políticas são muito previsíveis e o quanto isso nos diz também é que o futuro não nos augura nada de bom. Não é pessimismo, é apenas o mais estrito realismo _ para não repetirmos aqui a expressão de Pessoa a propósito da lucidez … saiba mais
Novembro 5, 2020
Não se pode explicar a Poesia. Mas ela pode suscitar-nos reflexões acerca da condição humana. Nós acometemos primeiros o largo Oceano. Atlânticos, Portugal é um Arquipélago. O mar entranha-se-nos e de nossa voz mesma o conhecemos, como é ele, como somos e não somos. saiba mais
Novembro 13, 2020
A importância da sustentabilidade, incluindo no que respeita à pesca, é hoje um valor inquestionável e incontestável, a bem de todos. Todavia, quanto Presidente da ADAPI, Pedro Jorge, teme é a tendência, hoje também verificada, de se assumir a prevalência dos valores ambientais como um quase absoluto que, no limite, podem acabar não apenas por muita a penalizar mas até mesmo inviabilizar. saiba mais
Novembro 4, 2020
Quando as questões ambientais assumem uma importância decisiva para o futuro dos Oceanos e do Planeta e a idade média dos navios da frota de pesca nacional atinge os 36 anos, torna-se evidente a necessidade de uma renovação e evolução mas, como nos diz Pedro Jorge, Presidente da ADAPI, nesta segunda parte da sua entrevista, a possibilidade de tal suceder não se afigura fácil… saiba mais
Novembro 3, 2020
Suplementos

... E DEZ  ANOS DEPOIS DA PUBLICAÇÃO DO HYPERCLUSTER ?...

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill