Instituto Politécnico de Leiria

No dia 13 de Abril, às 14H30, decorrerá a fase final do concurso Desafiamar, promovido pela Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar do Politécnico de Leiria (ESTM/IPLeiria) junto de estudantes do ensino secundário da região Oeste com o objectivo de estimular “o desenvolvimento de projectos de empreendedorismo aplicados à utilização sustentável dos recursos marinhos e marítimos” e incentivar o empreendedorismo entre as camadas jovens da região, refere uma nota daquela instituição.

Na fase final, que decorrerá no auditório da ESTM/IPLeiria, em Peniche, estarão presentes a concurso 12 equipas, num total de 50 estudantes, tendo cada uma proposto uma ideia de negócio relativa a aspectos de economia, intervenção social e investigação científica, a apresentar, no modelo pitch, a um júri de especialistas.

Conforme a nota, “o concurso decorre do projeto «Capacitar para o mar», organizado pela ESTM/IPLeiria, em colaboração com a Fórum Estudante e a Câmara Municipal de Peniche, com o apoio da unidade de investigação do MARE/IPLeiria e Grupo de Investigação em Turismo (GITUR/IPLeiria)” e co-financiamento do PROMAR, através do Grupo de Acção Costeira do Oeste.

No âmbito desta iniciativa, “foram dinamizadas sessões de esclarecimento nas escolas secundárias da região Oeste por equipas de docentes da ESTM/IPLeiria da área do turismo e das ciências e tecnologias do mar, após as quais os estudantes procederam à entrega dos trabalhos que descrevem novas formas de aproveitar e rentabilizar o património marítimo”, refere a mesma nota.



Um comentário em “Politécnico de Leiria promove concurso sobre o mar para jovens do secundário”

  1. Caro Dr. Magalhães Colaço

    Parabéns por noticiarem esta iniciativa, sobre a qual eu vou querer saber mais amanhã, quando for a Peniche. A propósito dessa ida, deixem-me dizer que vamos aproveitar para divulgar duas iniciativas tecnológicas para o conhecimento do mar.

    Uma delas é o Projeto SOCO-DRONE, já noticiado pelo Jornal da Economia do Mar.
    A organização da Gala DESAFIAMAR autorizou-nos a colocar um poster sobre o Projeto e a colocar um avião em exibição.

    A outra é a dos flutuadores derivantes WAVY. Concebidos pela FEUP, após um desafio do IH, são um produto do Observatório Oceanográfico transfronteiriço RAIA. Estes flutuadores possuem um recetor GPS, um módulo GPRS para transmissões em tempo real e um módulo Bluetooth para descarga total dos dados adquiridos. Com uma flutuabilidade otimizada para sofrerem efeito mínimo do vento, os WAVY permitem estudar a corrente de deriva litoral. Vamos mostrar noutro poster resultados obtidos numa campanha realizada em 2015, onde é clara a definição de um agueiro. Vamos ter também alguns WAVY em exibição, tal como uma aplicação desenvolvida pelo INESC TEC para a visualização em tempo real. Para isso, estarão presentes colegas deste instituto, tal como da FEUP.

    Muito embora as estrelas da Gala sejam os estudantes da região Oeste, queremos precisamente divulgar para eles estas iniciativas. Também por isso, seria bom que o Jornal fosse a Peniche

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill