A Fundação para Ciência e Tecnologia atribuiu o título a este laboratório, que vai operar em biotecnologia das algas
GreenCoLab
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) atribuiu o título de Laboratório Colaborativo ao GreenCoLab, que reúne duas unidades de investigação – Centro de Ciências do Mar (CCMAR) da Universidade do Algarve e Laboratório Nacional de Energia e Geologia (LNEG) – e quatro empresas portuguesas do sector da biotecnologia de algas em Portugal – Allmicroalgae, Necton, Algaplus e Sparos.

Segundo informação no site do CCMAR, “o GreenCoLab vai promover o crescimento económico e a inovação deste sector com elevado potencial, apostando na produção em maior escala e na diversificação de produtos comerciais baseados em algas”. Este laboratório, proposto pelo CCMAR, permitirá aos parceiros “trabalhar de forma estratégica e integrada no desenvolvimento de novas tecnologias, produtos e serviços”, refere a informação.

De acordo com o director do CCMAR, Adelino Canário, citado na mesma informação, “o GreenCoLab vai, a curto prazo, optimizar a actual produção industrial de compostos baseados em algas para a cosmética, produtos farmacêuticos, alimentação e rações animais, e assegurar que estes produtos respondem às necessidades do mercado” e a longo prazo, existe a expectativa de que “venha a diversificar a gama de produtos industriais que se podem extrair de algas para incluir, por exemplo, biofertilizantes para recuperar solos e produtos que actuem na sequestração de carbono ou no tratamento de águas residuais”.

Os Laboratórios Colaborativos devem constituir-se como associações privadas sem fins lucrativos ou empresas, com o objectivo de criar, directa e indiretamente, emprego qualificado e emprego científico em Portugal através da implementação de agendas de investigação e de inovação orientadas para a criação de valor económico e social. Com este estatuto, podem concorrer a financiamento específico.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

  1. Da Cartografia na Antiguidade até à Cartografia Portuguesa

    Novembro 16 @ 15:00 - 17:30
«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill