A exposição é da autoria de artistas do Skeleton Sea – Arte do Mar e ainda não tem data para terminar
Oceanário de Lisboa
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Desde Julho que está patente no átrio principal do Oceanário de Lisboa uma exposição com “nove instalações artísticas feitas a partir de lixo marinho encontrado em praias e retirado do mar”, intitulada «Keep The Oceans Clean», segundo informou a instituição. O certame não tem data definida para o seu fim e é de acesso gratuito.

A exposição é da autoria de João Parrinha e Xandi Kreuzeder, do Skeleton Sea – Arte do Mar, e nela os visitantes poderão contemplar um “peixe feito com chinelos de plástico que vieram parar a uma praia na África do Sul, um enorme polvo construído a partir de lixo encontrado nas praias ou, até, um incrível albatroz construído no Quénia, com lixo marinho, ferro e arame”, refere o Oceanário de Lisboa.

Sobre o Skeleton Sea – Arte do Mar, a instituição recorda que “é um projecto criado em 2005” por João Parrinha, de Portugal, Luis de Dios, de Espanha, e Xandi Kreuzeder, da Alemanha. Nasce “da vontade de três surfistas e amantes do mar que, através da sua expressão artística, apostam na sensibilização da população para a necessidade de se envolverem na preservação do oceano”.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

  1. IV Grande Conferência JEM

    Janeiro 22 - Janeiro 23
«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill