Se Portugal tem condições naturais singulares para o desenvolvimento do sector da Biotecnologia, se há já, inclusive, Centros de Investigação avançados continua a faltar-nos visão e consequente decisão política para atingirmos uma posição internacional de acordo com as nossas capacidades, tal como nos refere Victor Vasconcelos, Presidente do CIIMAR, Centro de Investigação com cerca de 450 investigadores, um orçamento na ordem dos 8 milhões de euros e envolvido em 111 projectos, 30 dos quais internacionais.


2 comentários em “CIIMAR: um Centro de Investigação de vanguarda na área da Biologia Marinha”

  1. Jose Luis G Cardoso diz:

    Muitos Parabéns ao Responsável do CIIMAR e ao JEM por esta entrevista no dia em que se formalizou a Associação4Shpping.

    Tendo em consideração a dimensão humana , as capacidades laboratoriais descritas e os 111 projectos em curso arriscava perguntar:

    Quantos dos projectos em curso precisam de recolha de parâmetros , amostras e análises feitas no mar e até que profundidades?
    Essas necessidades obrigam a utilizar os navios oceanográficos existentes no IH e IPMA durante quantos dias /ano?
    Os navios existentes têm já instalados e operacionais , os meios e capacidades necessárias e dias/mar disponíveis?
    O CIIMAR precisava de ter navios próprios ou ficava satisfeito se houvesse mais disponibilidade dos existentes?
    Quando fala em necessidade em se criar Pólos de Desenvolvimento Industrial , pensa em que quantidade , dimensão e que locais ?

    Relativamente aos projectos em curso com colaboração internacional quantos integrava no lote da Investigação Pura e na Investigação Aplicada ?

    Admitindo que não há capacidade nacional para satisfazer recolha de parâmetros no Mar , que verbas percentuais existem nos projectos em curso para alugar meios nauticos com capacidades oceanográficas /laboratoriais de outros países europeus?

    Muitíssimo obrigado pelas respostas
    Cordiais cumprimentos
    JLG Cardoso

  2. Manuel F. Fernandes diz:

    UMA IMPORTANTE ABORDAGEM DA ECONOMIA DO MAR.
    Depois do pioneirismo que tivemos nos séculos XV e XVI, parámos no tempo, sem perceber a importância que o MAR podia continuar a ter para o Desenvolvimento do País.
    Chegámos ao Século XXI e nem sequer conseguimos depurar os bivalves que as nossas Rias e Estuários nos oferecem….
    Obrigado por esta excelente “Aula” de Economia do Mar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill