Navio estava a tentar entrar no porto da Figueira da Foz quando a barra estava condicionada
pesca

No passado dia 26 de Janeiro o Comando-local da Polícia Marítima da Figueira da Foz interceptou uma embarcação de pesca que entrou no Porto da Figueira da Foz violando o estado da barra condicionada. Na altura a agitação marítima impôs que a mesmo só aceitasse embarcações com mais de 35 metros de comprimento.

Segundo informações disponibilizadas pela Autoridade Marítima Nacional apesar de estar ser uma infracção incomum – dado que envolve um elevado risco para embarcação e tripulantes – esta foi a segunda ocorrência registada no mês de Janeiro.

No início do mês, desrespeitando as determinações da Autoridade Marítima Local, um veleiro de bandeira da Noruega foi interceptado após sair da barra condicionada, colocando em perigo a segurança dos tripulantes embarcados.

As coimas para este tipo de infracção variam entre os 2.200 e os 3.700 euros. Valor que pretende “desincentivar acções com elevada probabilidade de perda de vidas humanas e danos materiais”.

 

 

 

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill