Fogo deflagrou, hoje de manhã, na casa das máquinas.

Hoje de manhã, pelas 8h43 o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa (MRCC Lisboa) recebeu uma chamada telefónica via 112 a reportar um incêndio na embarcação de pesca Mar da Galega, a cerca de 15 milhas a Noroeste de Nazaré. Na chamada foi referido que estavam seis pessoas a bordo e que o incêndio estava localizado na casa das máquinas – a tripulação optou por circunscrever o espaço isolando a casa das máquinas e pedindo assistência.

A partir do momento em que o problema foi identificado o NRP Jacinto Cândido, a embarcação de pesca Fortuna do Mar e o rebocador Milo, por parte do MRCC Lisboa, e uma embarcação semirrígida da Estação Salva-vidas do ISN, a pedido do Capitão do Porto da Nazaré, dirigiram-se para o local.

Segundo dados disponibilizados pela Autoridade Marítima, após chegada ao local da semirrígida SR-31 para resgate dos tripulantes, estes não quiseram abandonar a embarcação.

A decisão final foi a de rebocar, pela embarcação Milo, o Mar da Galega para o porto de Peniche.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill