Embarcação estava à deriva devido a avaria no motor
polícia marítima

No passado dia 29 de Janeiro a equipa da Polícia Marítima (PM), durante a sua patrulha, resgatou 67 emigrantes que se encontravam num bote à deriva no mar Egeu.

Entre os refugiados encontravam-se 27 crianças que, por estarem encharcadas e pela temperatura ser inferior a zero graus centígrados corriam o risco de entrar em hipotermia. Isto levou a que a equipa da PM decidisse levar para borda da ARADE todas as crianças, mulheres e a maioria dos homens. Para combater o frio foi-lhes entregue mantas térmicas.

Dado ser impossível embarcar todos os emigrantes e refugiados alguns dos homens foram rebocados por uma embarcação de uma Organização Não-governamental (ONG) presente no local.

No total foram resgatados 65 emigrantes, dos quais 27 bebés e crianças, 12 mulheres e 26 homens, sendo que uma mulher tinha mobilidade reduzida.

Chegados ao porto de Skala Sikaminea os refugiados foram recebidos por diversas ONG’s e médicos que ajudaram no desembarque

A PM vai manter o seu apoio à Guarda-costeira Grega, integrada na missão da agência FRONTEX, até ao dia 30 de Setembro de 2016. Até ao momento a equipa já resgatou, em segurança e transportou para terra, 2273 emigrantes e refugiados que corriam risco de vida, sendo 574 bebés e crianças.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill