Mudança de atitude é o que se torna mais imperioso, não apenas por parte do Governo mas também dos empresários, a começar pela necessidade de uma maior colaboração entre todos, de forma a tornar possível ganhar escala e capacidade de projecção internacional, acabando, de vez, mesmo no âmbito do Estado, com a permanente desconfiança que tudo corrói e destrói _ porque em Portugal também há bons gestores, boas empresas e excelentes projectos. Saibamos ter visão. saiba mais
Afinal, os Celtas estavam certos e há hoje boas razões para temermos que o céu nos caia na cabeça, ou parte dos milhões de detritos metálicos que orbitam o nosso planeta, como não menos grave serão as ilhas de plástico nos Oceanos que chegam a ultrapassar já a área conjunta de Espanha, França e Alemanha, como não menos preocupante é a situação energética de uma Europa sem recursos próprios e aparente adequada estratégia para fazer face a tão crítico desafio. saiba mais
Sendo inegável as possibilidades de Portugal no que respeita às actividades marítimo-turísticas, náutica de recreio e mesmo nas práticas desportivas relacionadas como o mar, há falhas, da falta de dados à ausência de adequada promoção, para além de uma certa falta de investimento também devido a uma real compreensão do impacto, inclusive económico, de todo esse complexo, que não têm permitido atingir e usufruir de todo o intrínseco potencial de cada um dos referidos sectores. Importa perceber o que falta e o que falha. saiba mais
Se Portugal nem sempre tem perfeita consciência da importância do Mar para o seu futuro, tem-no a União Europeia _ e por isso mesmo inevitáveis serão os choques e a imperiosa necessidade de não persistirmos na limitada simples tradução de Directivas Comunitárias mas começarmos a saber afirmar uma consequente defesa, em Bruxelas, em nome da nossa mais real independência nacional, dos nossos superiores interesses. Estaremos dispostos, porém, a assim proceder, coerentemente?... saiba mais
Se a China já ultrapassa os Estados Unidos no número de patentes registadas, algo está a mudar realmente num mundo em que, da disputa por recursos de origem marinha à entrada numa nova era de escassez alimentar e à iminência de uma guerra aberta entre as grandes potências, crescentes são também os desafios para uma nação em tão paradoxal condição como Portugal, ou seja, com tão escassa dimensão de poder económico e militar quanto decisiva posição geoestratégica no Atlântico. saiba mais
Reactivação da CIAM (Comissão Interministerial para os Assuntos do Mar) e da Conta Satélite do Mar, são duas das mais importantes medidas reveladas por Lídia Bulcão, Secretária de Estado do Mar, naquela que foi a primeira apresentação do que se poderá designar como o Plano de Acção do Governo para o Mar _ sem esquecer, entre outros importantes temas, igualmente a finalização do Plano de Situação e Ordenamento do Espaço Marítimo ou a continuidade do investimento no desenvolvimento dos sistemas de energia em mar aberto. saiba mais
Cascais tem sabido olhar para o Mar como talvez poucos Concelhos em Portugal, como por quanto sinteticamente exposto pelo seu Presidente, Carlos Carreiras, na Sessão de Abertura da IX Grande Conferência do Jornal da Economia do Mar, fica patente. saiba mais
Ainda sabemos a que nos referimos quando nos referimos a Portugal? E se o tema da IX Grande Conferência era «Portugal, a Europa e o Mar – Desafios de um Novo Ciclo», não poderá o mesmo significar, admitindo sabermos o que Portugal representa, como afirmar Portugal num Mundo que, de algum modo, é crescentemente hostil aos seus desígnios? Não é exactamente sobre quanto mais importa, neste momento, acima de tudo pensar? Ou desistimos?... saiba mais
«Primeiro viver, depois filosofar»? Podemos nós fazer essa separação, como quem diz também, «Primeiro viver, depois o Mar»? Eis uma boa questão!... saiba mais
Não, nem tudo tem explicação. Felizmente, nem tudo tem explicação… Como explicar o mistério de quanto o Mar sempre tão singularmente tanto inspira? Explica-se?... saiba mais
Lídia Bulcão, Secretária de Estado do Mar, confirma presença na Sessão de Abertura da Abre IX Grande Conferência do Jornal da Economia do Mar, a ter lugar nos próximos dias 26 e 27 de Junho, no Centro Cultural de Cascais, com uma intervenção subordinada ao tema «O Mar e os Desafios Para Termos Futuro». saiba mais
Pancetti, Giuseppe Gianinni Pancetti, ou simplesmente José Pancetti, marinheiro e um dos pintores mais importantes da arte brasileira do século vinte, sobretudo da transição da primeira para a segunda metade, conotado com uma das nuances do modernismo, aquele que tem raízes no impressionismo, mas pintor mais abrangente e conhecido sobretudo pelas suas marinhas, que estão hoje representadas nos mais sofisticados museus e pinacotecas do mundo. saiba mais
Nunca esquecemos as palavras da mãe de Boabdil ao seu filho após a queda de Granada: «Choras como uma mulher, tu que não soubeste defender o teu Reino como um homem». Felizmente, nada tememos, porque ainda estamos bem acompanhados, muito bem acompanhados na defesa, sem mínimo esmorecimento, do nosso Reino: Portugal e o Mar. E, com a devida vénia, persistência e tenacidade a ninguém falece. saiba mais
Depois de 23 anos nos Estados Unidos, Professor numa Universidade do Texas, Filipe Castro, especialista em Arqueologia Subaquática regressou a Portugal, que reconheceu derrotista e deprimido, mas não foi bem recebido. Nada o impede, porém, de prossiguir os seus intentos de exploração e estudo internacional de navios Portugueses afundados um pouco por todo o mundo e, muito em especial, aprofundar a história e arquitectura do Galeão, navio de origem Portuguesa, como a Caravela, mais tarde adoptado e desenvolvido por todas as grandes nações europeias possuidoras de verdadeiras Armadas. saiba mais
Que o Mundo se encontra num novo ciclo, ninguém parece contestar já e que Portugal, com as recentes eleições legislativas também entrou, tampouco se afigura contestável, assim como inegável se afigura ser a própria União Europeia estar já a preparar-se para entrar igualmente a partir do próximo dia 9 de Junho, infelizmente _ inegavelmente de tendência mais Federalista também. Não devemos, não temos mesmo a obrigação, neste enquadramento, de sabermos olhar para o Mar com toda a atenção possível? saiba mais
Uma queixa apresentada à CNE por um Deputado do Parido Socialista leva ao cancelamento da celebração em Cascais do Dia Europeu do Mar, tal como anteriormente anunciado. Extraordinário? Não, apenas mais uma prova dos dias absurdos a que chegámos e estamos a viver, e como, para o Partido Socialista, os interesses partidários se sobrepõem sempre e em absoluto aos interesses de Portugal. Tristes dias. saiba mais
Na próxima Segunda-feira, dia 20, irá assinalar-se em Cascais o Dia Europeu do Mar com a intervenção de figuras como Manfred Weber, Presidente do Partido Popular Europeu, Roberta Metsola, Presidente do Parlamento Europeu, Paulo Rangel, Ministro dos Negócios Estrageiros e Nuno Melo, Ministro da Defesa, importando, por razões que ficam também explícitas na conversa com Vasco Becker-Weinberg, organizador do evento, estarmos particularmente atentos. saiba mais
A importância da navegabilidade dos rios Sul-Americanos na fundação do Brasil enquanto vias de penetração interior e a possibilidade de constituírem no presente e futuro como o factor de união cultural, política e económica da parte meridional do continente, materializada no MERCOSUL. saiba mais
MIMRee
A 2ª Conferência Onboard Safety dedicada à Eólicas Offshore irá realizar-se já no próximo dia 14 em Palmela, sendo o tempo oportuno para fazermos, com os respectivos organizadores, as empresas Everlux e Cedros, uma antevisão do que esperar. saiba mais
Nesta mudança de ciclo em que nos encontramos, nada mais oportuno que um conversa com Vitor Caldeirinha sobre o futuro dos portos em Portugal a propósito da publicação do seu livro «Portos, Logística e Intermodadlidade», onde se fala desde a transformação tecnológica até à, eventualmente necessária, transformação das Administrações ou Autoridades Portuárias. saiba mais
Beira mar é o título do quarto livro da monumental obra memorialista de Pedro Nava, notável escritor mineiro, publicado em 1978, e o quarto de uma série de seis volumes, a que há que acrescentar um sétimo deixado inacabado. saiba mais
Os Portugueses tiveram, até determinado momento, um sentido de conjugação de pensamento e acção como talvez poucos povos tiveram, bastando lembrar figuras como a de Duarte Pacheco Pereira ou D. João de Castro para se perceber exactamente ao que nos referimos. Depois, perdemo-nos _ e 50 anos depois talvez valha a pena reflectirmos exactamente sobre o depois, com Elísio Gala, Nuno Santos e Rodrigo Sobral Cunha… saiba mais
Valor Político e Geopolítico dos Cabos Submarinos Se 25% das ligações mundiais por Cabo Submarino atravessam áreas marinhas sob actual ou futura jurisdição nacional, isso não deixa ter significado e valor político e geopolítico, mas será que temos consciência disso e estamos preparados para assumirmos a correspondente responsabilidade? saiba mais
Em 1914, a última notícia que o cabo submarino alemão trouxe à cidade da Horta, foi a de que a Alemanha tinha começado a guerra. saiba mais
A posição geográfica de Portugal confere-lhe uma inegável vantagem competitiva, neste momento, para a amarração de Cabos Submarinos, uma tecnologia em acelerado desenvolvimento e cada vez mais crítica, não deixando de implicar também os seus óbices e novas exigências, como nos expõem, em grande parte, José Barros e Luís Bernardino. saiba mais
Não tem Portugal singulares potencialidades para o desenvolvimento do Do Desporto Náutico e da Náutica de Recreio? Tem. O que não tem tido é Governos com a necessidade visão e consequentes políticas que, afirmando uma real capacidade de planeamento e realização, nos salvem do crescente afundamento em que nos encontramos. saiba mais
Se muito criticamos o Governo, e os políticos em geral, por não prestarem a devida atenção ao Mar, que dizer da chamada Sociedade Civil cuja indiferença não é menos chocante, como na conversa com Alexandre Guedes da Silva e José Ribeiro e Castro fica bem patente. saiba mais
Se as esperanças colocadas no desenvolvimento da Comunidade de Países de Língua Portuguesa – CPLP se encontram, em grande parte, ainda por cumprir, a área da Defesa tem sido aquela em que, apesar de tudo, tudo tem corrido melhor, como o Livro agora publicado para celebrar os seus 25 Anos o demonstra. saiba mais
Os portos, a logística e o transporte marítimo são um excelente índice da evolução económica global, tanto em estritos termos nacionais como internacionais, pelo que não deixa de ser particularmente significativo perceber, nestes «tempos perigosos» o que se passa em âmbito internacional e se, em termos nacionais, estamos a saber acompanhar toda essa mesma evolução. saiba mais
Marine-i
No futuro, os navios correm o risco de iniciarem viagens desconhecendo se vão encontrar o seu combustível no caminho., ou, natural e consequentemente, optarem apenas por rotas que garantam o seu abastecimento... saiba mais
Será já no próximo dia 26 de Janeiro que terá lugar na SHIP, pelas 17:00h, numa iniciativa conjunta entre a Sociedade Histórica e o Jornal da Economia do Mar, a Conferência dedicado ao tema: «Geoestratégia dos Cabos Submarinos e Impacto na Segurança Nacional». A não faltar. saiba mais
Na muita inconsciência que Portugal tem hoje de si encontra-se a inconsciência da sua capacidade em termos científicos, e, por isso mesmo, pode-se falar mesmo de «ciência oculta», como o que está ocultado, tanto em relação ao passado, em que havia de facto segredo, como nos revela Henrique Leitão, como em relação ao presente e ao futuro, em que tudo é diferente, como nos dizem e demonstram João Paulo Marreiros (IH) e João Tasso Borges de Sousa (LSTS). Mas talvez importe compreender também porque assim é, porque tanto persiste tanta indiferença a tudo quanto somos capazes de singularmente realizar. saiba mais
Vivemos uma época fascínio tecnológico, de uma permanente ânsia de inovação, sem dúvida, mas importa não esquecer também o que é mais tradicional e é, afinal, ainda em grande medida uma base indispensável à nossa sustentabilidade, como ficamos a perceber na conversa com Jaime Piçarra e Pedro Jorge. saiba mais
«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill