Os Portugueses tiveram, até determinado momento, um sentido de conjugação de pensamento e acção como talvez poucos povos tiveram, bastando lembrar figuras como a de Duarte Pacheco Pereira ou D. João de Castro para se perceber exactamente ao que nos referimos. Depois, perdemo-nos _ e 50 anos depois talvez valha a pena reflectirmos exactamente sobre o depois, com Elísio Gala, Nuno Santos e Rodrigo Sobral Cunha… saiba mais
Valor Político e Geopolítico dos Cabos Submarinos Se 25% das ligações mundiais por Cabo Submarino atravessam áreas marinhas sob actual ou futura jurisdição nacional, isso não deixa ter significado e valor político e geopolítico, mas será que temos consciência disso e estamos preparados para assumirmos a correspondente responsabilidade? saiba mais
Em 1914, a última notícia que o cabo submarino alemão trouxe à cidade da Horta, foi a de que a Alemanha tinha começado a guerra. saiba mais
A posição geográfica de Portugal confere-lhe uma inegável vantagem competitiva, neste momento, para a amarração de Cabos Submarinos, uma tecnologia em acelerado desenvolvimento e cada vez mais crítica, não deixando de implicar também os seus óbices e novas exigências, como nos expõem, em grande parte, José Barros e Luís Bernardino. saiba mais
Não tem Portugal singulares potencialidades para o desenvolvimento do Do Desporto Náutico e da Náutica de Recreio? Tem. O que não tem tido é Governos com a necessidade visão e consequentes políticas que, afirmando uma real capacidade de planeamento e realização, nos salvem do crescente afundamento em que nos encontramos. saiba mais
Se muito criticamos o Governo, e os políticos em geral, por não prestarem a devida atenção ao Mar, que dizer da chamada Sociedade Civil cuja indiferença não é menos chocante, como na conversa com Alexandre Guedes da Silva e José Ribeiro e Castro fica bem patente. saiba mais
Se as esperanças colocadas no desenvolvimento da Comunidade de Países de Língua Portuguesa – CPLP se encontram, em grande parte, ainda por cumprir, a área da Defesa tem sido aquela em que, apesar de tudo, tudo tem corrido melhor, como o Livro agora publicado para celebrar os seus 25 Anos o demonstra. saiba mais
Os portos, a logística e o transporte marítimo são um excelente índice da evolução económica global, tanto em estritos termos nacionais como internacionais, pelo que não deixa de ser particularmente significativo perceber, nestes «tempos perigosos» o que se passa em âmbito internacional e se, em termos nacionais, estamos a saber acompanhar toda essa mesma evolução. saiba mais
Marine-i
No futuro, os navios correm o risco de iniciarem viagens desconhecendo se vão encontrar o seu combustível no caminho., ou, natural e consequentemente, optarem apenas por rotas que garantam o seu abastecimento... saiba mais
Será já no próximo dia 26 de Janeiro que terá lugar na SHIP, pelas 17:00h, numa iniciativa conjunta entre a Sociedade Histórica e o Jornal da Economia do Mar, a Conferência dedicado ao tema: «Geoestratégia dos Cabos Submarinos e Impacto na Segurança Nacional». A não faltar. saiba mais
Na muita inconsciência que Portugal tem hoje de si encontra-se a inconsciência da sua capacidade em termos científicos, e, por isso mesmo, pode-se falar mesmo de «ciência oculta», como o que está ocultado, tanto em relação ao passado, em que havia de facto segredo, como nos revela Henrique Leitão, como em relação ao presente e ao futuro, em que tudo é diferente, como nos dizem e demonstram João Paulo Marreiros (IH) e João Tasso Borges de Sousa (LSTS). Mas talvez importe compreender também porque assim é, porque tanto persiste tanta indiferença a tudo quanto somos capazes de singularmente realizar. saiba mais
Vivemos uma época fascínio tecnológico, de uma permanente ânsia de inovação, sem dúvida, mas importa não esquecer também o que é mais tradicional e é, afinal, ainda em grande medida uma base indispensável à nossa sustentabilidade, como ficamos a perceber na conversa com Jaime Piçarra e Pedro Jorge. saiba mais
Dia Europeu do Mar
Se «Mar» é palavra masculina em português, em espanhol e em catalão se diz com os dois géneros e é palavra feminina em francês, masculina em italiano, voltando a ser feminina em romeno, tudo isso nos diz algo em relação à índole dos respectivos povos? saiba mais
Para podermos explorar as nossas potencialidades temos de conhecer, antes de mais, as mesmas, sob pena de não se saber o que andamos a fazer _ e se isto mesmo não deixa de ser uma simples verdade à Monsieur de La Palice, nem por isso é menos certo e importante. saiba mais
Orientar, extraordinário termo, tipicamente Português que sempre significou «ir em busca do Oriente». Sabemos hoje ainda compreender, porém, quanto isso possa significar?... saiba mais
Mesmo sem mar, todos os vinte e três de março, a Bolívia comemora o seu Dia do Mar. saiba mais
Alguém dizia, «o que fica nunca é senão as ruínas dos grandes sonhos nunca inteiramente realizados». Talvez seja assim mas, no que ao Mar respeita Manual Pinto de Abreu e Miguel Miranda, que todos conhecem, têm uma perspectiva bem mais optimista _ pelo muito já realizado. saiba mais
Porquê ainda uma VII Grande Conferência? Porque Portugal, não por acaso, sempre foi representado como a «Cabeça da Europa», como Camões e Pessoa sempre tiveram consciência disso, é olhando para o Mar, sabendo compreender o significado do Mar para Portugal, que poderemos eventualmente recuperar essa consciência e tudo quanto essa consciência implica. saiba mais
Aqui se inicia hoje a divulgação da gravação da nossa VII Grande Conferência realizada em data que podemos designar como «providencial». A explicação de porquê exactamente deixamos para amanhã, hoje o momento é do Presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras, que, uma vez mais, nos quis honrar com o gosto da sua palavra na Cerimónia de Abertura. saiba mais
Cerca das dezasseis horas do dia vinte e oito de agosto de mil novecentos e sessenta e um, o paquete Uruguai Star, da companhia inglesa Blue Star, deixou o Porto de Santos, pouco depois de ter embarcado um último passageiro, que foi deixado no navio por uma lancha... saiba mais
CESE
Em Portugal a tendência, infelizmente, nem sempre se dá à Segurança a importância que sempre deve primordialmente ter. Nos últimos anos, é certo, muito se tem vindo a alterar mas também por isso mesmo, falar da Segurança nunca será demais, exactamente para que não esmoreça essa nova e primordial preocupação. saiba mais
Afinal, não poderia a ser mais oportuna a data da realização da VII Grande Conferência, como mesmo mais decisiva a sua própria realização. saiba mais
Importa não esquecer porque importa Portugal: porque, desaparecendo Portugal, impossível sermos nós. Importa não esquecer porque importa o Mar: porque, sem Mar, desaparece Portugal, e com Portugal, desaparecemos nós também. Afinal, queremos ou não queremos ser Nós? saiba mais
A cultura estratégica, que inclui a prospetiva, tem estado, à evidência, ausente da cultura política, pois as atenções não se têm aplicado ao grau de interesse que importaria ter, e isto é manifesto no discurso e nas políticas aplicadas.  saiba mais
O mais extraordinário foi saber da importância que os faróis ainda possuem para a navegação, em pleno século XXI, numa altura em que se é levado a pensar que tudo o que importa à superfície da terra é imaterial e vem do espaço, e sobretudo, que tudo o que não se agita fenece. saiba mais
Que mais Portugueses os saibam ouvir também, como quem sabe ainda verdadeiramente ouvir o Mar _ onde talvez ecoe ainda igualmente grito do velho marinheiro: «Ahó-ó-ó-ó-ó-ó-ó-ó-ó-ó-ó—yyyy... Schooner ahó-ó-ó-ó-ó-ó-ó-ó-ó-ó-ó-ó-ó-ó-ó — yyyy...» saiba mais
«Uma Nova Filosofia» do Mar é do que nos fala Rodrigo Sobral Cunha porque, sem um Escol Marítimo, como houve no período dos Descobrimentos, Portugal continuará a caminhar, inexoravelmente, para o seu fim histórico. saiba mais
E 50 anos depois, ainda sabemos olhar para o Mar? Ainda temos memória da Nação Marítima que somos para ser ou satisfazemo-nos já em não sermos mais que mero destroço Continental à deriva em que nos transformámos? Ainda queremos ser Portugueses ou satisfazemo-nos em já em sermos seja o que for desde que agradavelmente o sejamos, pouco importa o quê? saiba mais
Com uma linha retro, talvez até com um certo sotaque italiano, o Faro é a nova embarcação projectada por Tomás Costa Lima que aqui nos fala, não sem justificado orgulho, de mais este eléctrico projecto. saiba mais
Norled
O que seja o mar através de seus caracteres, como diziam os gregos antigos, ou pelo seu perfil psicológico, tal como hoje dizemos sem dizer exatamente o mesmo. Os poetas portugueses passaram pelo mar e a voz poética neles cantou. Em letras e sílabas ressoa a expressão mínima do senso, a unidade mínima do sentido. saiba mais
Xi Jinping
As exportações brasileiras de minério de ferro para a China, em 2022, registaram cerca de 240 (mais exatamente 237,9) milhões de toneladas, num total de cerca de quase 20 (mais exatamente 18,2) bilhões de USD, representado cerca de 63 %, da venda total de minério de ferro do Brasil para o exterior. saiba mais
É tempo de começarmos a pensar na VII Grande Conferência do Jornal da Economia do Mar que irá ter lugar a 13 e 14 de Novembro próximo na Centro Cultural de Cascais. saiba mais
«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill