Neste Natal, a Rússia anunciou mais um passo no desenvolvimento do seu arsenal, a continuação de ensaios a um drone submarino com capacidade nuclear, muito veloz e apto para navegar a grande profundidade
DNV GL
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

No Dia de Natal, a Marinha russa anunciou uma nova série de testes do seu novo veículo nuclear autónomo submarino (um drone submarino), o Poseidon, equipado com armamento nuclear, refere o Maritime Executive com base em informações da agência noticiosa pública russa TASS. Embora apto a funcionar com um reactor nuclear, o Poseidon tem sido transportado num submarino tripulado para efeitos de teste.

De acordo com a publicação, este drone, anteriormente conhecido como Status-6 e designado por Kanyon pela NATO, é de facto um torpedo nuclear de longo alcance, cuja existência tem sido referenciada desde há anos e que foi oficialmente divulgado por Vladimir Putin em Março deste ano.

Oficialmente concebido para transportar uma arma nuclear de duas megatoneladas até uma base naval ou a uma frota, poderá ser capaz de transportar dispositivos muito maiores, segundo alguns analistas. De acordo com o Presidente russo, o equipamento pode navegar a grandes profundidades e a uma velocidade muito superior à dos submarinos, torpedos modernos e navios de superfície. É facilmente manobrável e terá poucas vulnerabilidades.

Todavia, acarreta riscos. Um maremoto provocado por uma explosão sub-aquática pode destrui-lo, contaminando a água e objectos circundantes com radioactividade duradoura.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill