Aquatropolis, SNIMar, GeoSub, OfiSeq, Tiago Pitta e Cunha, para quem vão, não sem a devida vénia, os nossos Reconhecimentos de 2017.
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Poderiam ser mais?

Poderiam.

Poderiam ser outros?

Poderiam.

Os escolhidos, porém, simbolizam e representam na perfeição quanto se pretende Reconhecer, tal como aqui muito sinteticamente fica exposto, devendo todos quanto aqui não ficam explicitamente Reconhecidos sentirem-se aqui igualmente englobados, mesmo que tão só implicitamente, como se os agora Reconhecidos fossem apenas e tão só uma espécie de arquétipos de todos os demais e do que de melhor se faz em Portugal nos Assuntos do Mar.

Exageramos?

Um pouco, evidentemente, no que respeito ao conceito de arquétipos, mas que isso não impeça de celebrarmos condignamente estes nossos verdadeiros Heróis do Mar que merecem, de facto, todo o nosso mais alto Reconhecimento, mesmo que outros igualmente o merecessem também, congregando-nos, em devida entusiasticamente na próxima Sexta-feira, 23 de Junho de 2017, pelas 17h, no encerramento da III Grande Conferência do Jornal da Economia do Mar, no Centro de Congressos do Estoril.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

  1. Seminário: Exploração de Hidrocarbonetos na Era da Transição Energética

    Junho 27 @ 14:30 - 18:30
«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill