A ameaça da China de impôr taxas sobre o GNL importado dos Estados Unidos pode favorecer a Austrália, que já é um importante exportador do produto para a China e prepara-se para se tornar o maior exportador mundial de gás natural, ultrapassando mesmo o Qatar
APORMAR
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A Austrália poderá beneficiar fortemente da eventual aplicação pela China de uma taxa adicional de 25% sobre o gás natural liquefeito (GNL) importado dos Estados Unidos, que Pequim ameaçou recentemente impôr, refere o Maritime Executive. A data para a concretização da medida ficou por definir, mas estará dependente dos próximos passos da Administração Trump relativamente às taxas impostas pelos Estados Unidos sobre as importações de produtos provenientes da China.

Actualmente, a Austrália já é o principal exportador de GNL para a China e está em vias de se tornar o maior exportador mundial de gás natural em 2019, estimando-se que ultrapasse o Qatar, que ainda é o principal exportador mundial de GNL (74 milhões de toneladas em 2016). Em 2018-2019, as exportações australianas de GNL devem ascender a 77 milhões de toneladas, mais 25 do que em 2016-2017. As exportações do Qatar devem manter-se sem grandes alterações.

Para o reforço do posicionamento da Austrália no mercado global do GNL, além das taxas chinesas sobre o produto proveniente dos Estados Unidos, que tornará o produto menos competitivo no mercado chinês, contribuirá a progressiva procura chinesa por energias mais limpas, que sugere que se manterá como grande importador mundial de GNL e com fontes diversificadas do produto, e vários projectos australianos de exploração de gás natural em desenvolvimento que aguardam decisões de investimento para 2019.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill