PM controlará fronteiras marítimas gregas até 30 de Setembro de 2016

Na madrugada de 12 para 13 de Dezembro, a Polícia Marítima (PM) resgatou 32 emigrantes – 25 homens, seis mulheres e uma criança – que estavam à deriva numa embarcação sem motor entre a Turquia e a ilha grega de Lesbos.

De acordo com a Autoridade Marítima Nacional, os emigrantes tinham sido abandonados por facilitadores e estavam no mar há mais de duas horas.

Uma das mulheres encontrava-se em estado de hipotermia e «chegou a perder a consciência várias vezes, mas à chegada ao porto de Skala Sikaminea, para onde foi transportada», apresentou melhorias.

A equipa da PM responsável pela operação está integrada na missão POSEIDON SEA desde 1 de Outubro e assim estará até 30 de Setembro de 2016. A sua tarefa é «cooperar no controlo e vigilância das fronteiras marítimas gregas e no combate ao crime transfronteiriço no mar Egeu».



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill