A Polícia Marítima apreendeu cerca de 32 Kg em apanha ilegal na Costa Vicentina.

O Comando-local da Polícia Marítima de Lagos, no âmbito de uma ação de fiscalização da Orla Costeira, dirigida à atividade de pesca da apanha de perceves, apreendeu ontem cerca de 32 Kg de perceves apanhados ilegalmente, no interior do Parque Natural da Costa Vicentina.

A Polícia Marítima terá acompanhado os movimentos de alguns apanhadores que se encontravam nas arribas da costa. Os mesmos, após aperceberem-se da aproximação dos agentes, puseram-se em fuga, abandonando diversos sacos contendo o marisco apanhado. No decurso das diligências no local, foram identificados catorze pescadores lúdicos que, presumivelmente, seriam os proprietários dos sacos abandonados. Após pesagem, os perceves foram devolvidos ao seu habitat natural.

Para um apanhador lúdico, o máximo permitido por lei é de 2 kg de perceves por dia, enquanto um profissional pode capturar 15 kg diários.

Nesta operação de fiscalização, ​estiveram empenhados dois agentes e uma viatura tipo pick-up do Comando-local da Polícia Marítima de Lagos.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill