Acordo de colaboração entre os dois governos regionais alarga zona de pesca
pescadores

 

 

Na passada sexta-feira o Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia, Fausto Brito e Abreu revelou que o acordo de colaboração assinados entre as direcções regionais dos Governos Regionais dos Açores e da Madeira já está operacionalizado. Isto vai alargar o espaço de pesca de cada um dos arquipélagos.

Como? Porque os pescadores madeirenses vão receber uma licença que lhes permitirá pescar peixe-espada preto em águas açorianas. Em contrapartida os pescadores açorianos poderão pescar atum, co arte de salto e vara na Madeira.

Fausto Brito e Abriu referiu, igualmente, que Governo Regional pretende adoptar, gradualmente e na Madeira, um programa de observadores das pescas inspirado Programa de Observação para as Pescas dos Açores (POPA).

A notícia foi divulgada no decorrer da visita do Secretário Regional às instalações da IlhaPeixe, empresa que se dedica ao processamento e embalagem de pescado, sobretudo peixe-espada preto.

“[O peixe-espada preto] interessa porque é um recurso subaproveitado nos Açores”, frisou, acrescentando que “a tradição que existe há muitas décadas na Madeira poderá ser transmitida aos pescadores açorianos”.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill