Infra-estrutura foi reinaugurada no dia 7 de Abril podendo agora receber mais de 300 embarcações de até 160 pés.
marina

A realização dos Jogos Olímpicos Rio 2016 implicou a criação e revitalização de todo um conjunto de infra-estruturas na cidade. No caso concreto das competições de vela estas necessitavam de uma marina mais moderna e ampla. Pelo que a Marina da Glória teve de passar por um processo de revitalização que incluiu a instalação de novos pontões flutuantes. Estes permitiram o aumento e reestruturação do número de vagas molhadas disponíveis.

A pensar na envolvente foi criada uma zona de restauração, lojas e áreas de lazer – onde se inclui uma ciclovia, um mirante e zonas verdes.

Os mais de 60 pontões flutuantes ficaram a cargo da Lindley BR. Pontões em betão com larguras de 3 e 4 metros e comprimentos de 12 e 15 metros, que são conhecidos, por um lado, pela capacidade de sobrecarga elevadas mas também pela necessidade reduzida de manutenção.

Com a ampliação do número de pontões a Marina da Gória pode agora receber mais de 300 embarcações de até 160 pés.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill