Embarcação estava a meter água e havia o início de um incêndio nos motores
emigrantes

 

Ontem, no decorrer de uma patrulha, a Polícia Marítima, integrada na missão POSEIDON RAPID INTERVENTION, na ilha de Lesbos, evacuou 39 emigrantes de um barco a meter água e com princípio de incêndio nos motores. A embarcação estava a fazer a travessia entre a Turquia e a Grécia.

O barco foi inicialmente abordado com o intuito de assegurar o seu atracar, com segurança, no Porto de Skala Sikaminea. No entanto, a PM decidiu, depois de alertada pelos passageiros, evacuar os emigrantes para a ARADE. Isto porque a embarcação não só estava a meter água como se verificava fumo negro, a ser libertado pelos motores da embarcação e que indiciava o início de um incêndio.

Entre os emigrantes encontravam-se 15 bebés e crianças, 10 mulheres e 14 homens. Estes foram recebidos, aquando da chegada ao porto de Skala Sikaminea, por ONG’s e médicos.

A equipa da PM contou com o apoio de uma organização não-governamental (ONG) espanhola e outra alemã que se encontram na zona a dar apoio aos emigrantes e refugiados.

A PM vai manter o seu apoio à Guarda-costeira Grega, integrada na missão da agência FRONTEX, até ao dia 30 de Setembro de 2016. Até ao momento a equipa já resgatou, em segurança e transportou para terra, 2040 emigrantes e refugiados.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill