Objectivo é “delinear medidas estruturais que permitam uma reestruturação das Pescas, com vista a melhorar os rendimentos dos profissionais do sector e adequar o esforço de pesca aos recursos disponíveis na Região”.
pesca

Foi anunciado no final de Fevereiro pelo Presidente do Governo dos Açores. Vasco Cordeiro. Ontem o anúncio passou à acção. Foi criado um grupo de trabalho que tem como objectivo melhorar o rendimento dos profissionais da pesca.

A medida de reestruturação, segundo informações disponibilizadas pelo Gabinete de Comunicação do Governo dos Açores, focará a “concretização de uma espécie de resgate que possa acautelar as necessidades de rendimento e de sustentabilidade, garantindo melhores condições para desenvolver a sua actividade”. Isto em detrimento do que seria mais óbvio: o aumento do esforço de pesca.

A decisão vai em linha com o que Vasco Cordeiro referiu em Fevereiro: que, para além das medidas conjunturais adoptadas, seria necessária uma intervenção mais estrutural para poder melhorar a situação dos rendimentos dos profissionais deste sector.

O grupo de trabalho, criado pelo despacho assinado por Vasco Cordeiro, integra não só elementos do Executivo, mas também membros do sector das Pescas da Região e da Universidade dos Açores. Mais concretamente o grupo de trabalho é constituído pelo Director Regional das Pescas, Luís Costa, dois representantes da Lotaçor, Rúben Farias e Luís Rodrigues, dois representantes da Federação das Pescas dos Açores, Gualberto Rita e Lázaro Silva, o investigador do Departamento de Oceanografia e Pescas da Universidade dos Açores, Gui Menezes, e uma personalidade de reconhecido mérito no sector, Genuíno Madruga.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill