Apesar de admitir um condicionamento da actividade da pesca no próximo ano, a Mútua dos Pescadores considera que deverá beneficiar do efeito de contágio do crescimento da economia portuguesa em 2019, atendendo aos dados disponíveis
Dia Europeu do Mar
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

 

O Conselho de Administração da Mútua dos Pescadores, a única cooperativa de seguros portuguesa, face aos dados disponíveis de 2018, apresentou uma previsão de crescimento de 5% da sua actividade para 2019 durante a Assembleia Geral, realizada ontem em Lisboa.

Isto, apesar de admitir que “no caso da Mútua dos Pescadores, sendo verdade o efeito de contágio da economia geral”, que a cooperativa considera que deverá manter um crescimento no próximo ano, “são ainda fortemente condicionadores os resultados económicos verificados na actividade da pesca”.

Nesse contexto, a Mútua dos Pescadores antecipa que vão manter-se as “preocupações vividas em 2018, podendo até vir a acentuarem-se em 2019, com o encerramento prematuro da pesca da sardinha, da redução substantiva das quantidades pescadas, da persistência da perda de rendimento dos armadores e dos pescadores, apesar do aumento médio de valor do pescado”.

Em todo o caso, o crescimento que antecipa deverá beneficiar de uma “tendência de crescimento da economia portuguesa verificada em 2017 e em 2018”, que se deverá manter “no próximo ano, ainda que ligeiramente mais modesta, levando a que as perspectivas da actividade económica continuem a situar-se num clima favorável e que o sector segurador continue a crescer”.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill