A segunda maior AMP do Mediterrâneo foi criada em Espanha, num corredor de migração de cetáceos situado entre a costa da Catalunha e Valência e as ilhas Baleares
Área Marinha Protegida
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Espanha criou há dias uma nova Área Marinha Protegida (AMP) no corredor de migração de cetáceos do Mediterrâneo, com uma área de 46.385 quilómetros quadrados, e que constitui a segunda maior AMP do Mediterrâneo, a seguir à de Pelagos, no norte da Córsega, com 87.500 quilómetros quadrados, refere o jornal ABC.

A nova AMP tem uma área semelhante à da província de Aragão e situa-se entre a costa catalã e valenciana e o arquipélago das Baleares. De acordo com o jornal, o objectivo da medida é impedir o ruído provocado por prospecções energéticas próximas, que provocam estalidos debaixo de água, e assim preservar quase uma dezena de espécies de cetáceos que ali têm um habitat.

“Trata-se de uma grande notícia para conservação da natureza e dos espaços marinhos”, referiu Teresa Ribera, ministra para a Transição Ecológica do Governo espanhol, na conferência de imprensa que se seguiu ao Conselho de Ministros durante o qual foi aprovada a medida. A ministra acrescentou que “com esta declaração coloca-se termo a novas prospecções e a qualquer tipo de actividade extractiva de hidrocarbonetos”, segundo citação do jornal.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill