Ministro do Ambiente defende economia de baixo carbono
Ministro do Ambiente
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O Ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, afirmou ontem, na apresentação da iniciativa Climate KIC Portugal, em Lisboa, que as centrais de produção de energia portuguesa vão deixar de utilizar carvão antes de 2030. De acordo com o ministro, trata-se de um objectivo que começará a ser cumprido já a partir de 2017, com o desenvolvimento de uma economia de baixo carbono, concentrada em dois programas: a Estratégia Nacional para a Economia Circular e o novo Roteiro de Baixo Carbono.

Segundo o Ministério do Ambiente, para o ministro do Ambiente, “as prioridades do roteiro são claras e relacionam-se com os sectores de poluição difusa: os transportes, a agricultura e florestas e os edifícios”. Neste sentido, “os consumidores têm de ser sensibilizados para a adopção de comportamentos que visem baixas, ou nulas, emissões de dióxido de carbono”, refere o Ministério do Ambiente.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill