O ministro dos Transportes do Canadá anunciou que irá financiar com 5,55 milhões de euros o British Columbia Institute of Technology na abertura de um programa que aumente o acesso a treino marítimo a grupos como as mulheres ou os esquimós
British Columbia Institute of Technology
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Marc Garneau, ministro dos Transportes do Canadá, anunciou recentemente que pretende apostar na formação em assuntos marítimos. O Governo disponibilizará 5,55 milhões de euros ao British Columbia Institute of Technology (BCIT) para proporcionar um programa que aumente o acesso a cursos e a treino marítimo a grupos sub-representados, como as mulheres ou os esquimós, segundo o Safety4Sea.

O BCTI juntar-se-á ao Camosun College para envolver comunidades indígenas. E cooperarão igualmente com vários parceiros da indústria, empregadores marítimos e o Canadian Coast Guard Auxiliary para oferecer oportunidades de trabalho e ganhar experiência no mar.

Este programa fará parte do Plano de Protecção dos Oceanos, onde já foram investidos 1,34 mil milhões de euros para salvaguarda das águas do Canadá. Esforços que, afirmou Marc Garneau, servem para manter uma força de trabalho marinho bem treinada, reflectindo a sua população diversificada.

“A BCIT está comprometida em fornecer caminhos flexíveis para a aprendizagem e para facilitar a requalificação, melhorando o acesso dos alunos – particularmente a grupos sub-representados. Este anúncio permitir-nos-á continuar o importante trabalho de apoio às comunidades e estudantes indígenas através do fornecimento de formação e de oportunidades para ganhar experiência na indústria naval”, explicou Kathy Kinloch, presidente do British Columbia Institute of Technology.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill