Só nas últimas duas semanas foram apreendidos, em Sines e na zona do porto, 137 kg de pescado ilegal, nomeadamente, ouriços-do-mar, perceves e pepinos-do-mar.
Polícia Marítima
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A Polícia Marítima (PM) apreendeu, só nas últimas duas semanas, 137 kg de pescado ilegal, na zona do Porto e em Sines. O pescado, que ainda se encontrava vivo, foi devolvido na totalidade ao seu meio natural. O que não se encontrava com vida foi para venda, como refere um comunicado da Autoridade Marítima Nacional (AMN).

Em 30 de Novembro, no âmbito de uma acção de fiscalização e policiamento, com o objectivo de controlar a actividade da pesca lúdica, nomeadamente na modalidade da apanha, a PM de Sines detectou um individuo que tinha excedido o limite de capturas diárias de organismo marinhos. O indivíduo, que se encontrava na praia da Vieirinha, foi apanhado com 37 kg de pepinos-do-mar, mais 35 kg do que o peso permitido para esta espécie que, como refere a AMN em comunicado, “foi devolvido na totalidade ao seu meio natural”.

Os pepinos-do-mar são uma espécie que pode ser capturada por pescadores lúdicos ou profissionais, no entanto, só com a devida licença e sem ultrapassar os limites permitidos (até 2 kg por pessoa). A espécie tem “vindo a ser alvo de grande interesse por parte das comunidades asiáticas, atingindo elevado valor comercial”, relembram as autoridades.

Já na última semana, foram recolhidos 60 kg de ouriços-do-mar e 40 kg de perceves, capturados ilegalmente na zona ribeirinha entre os portos da Póvoa de Varzim e Vila do Conde. Esta apreensão, dirigida directamente à actividade da apanha de ouriços-do-mar e perceves, ocorreu durante uma missão do Comando-local da Póvoa de Varzim e Vila do Conde.

Os ouriços-do-mar foram imediatamente devolvidos ao seu habitat natural, no entanto, os perceves, “depois de analisados pelo veterinário municipal, foram entregues em lota para venda”, refere o comunicado.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill