Exportações de minério de ferro de Port Hedland para a China tentam empresas mineiras
minério de ferro

No seu último relatório financeiro mensal, a Autoridade Portuária de Pilbara (Austrália) informou que as exportações estão em linha com os números de 2015 e que Port Hedland (que faz parte desta autoridade portuária) exportou 36,6 milhões de toneladas de minério de ferro em Fevereiro, das quais 27,9 milhões para a China, refere o World Maritime News.

Na sequência deste anúncio, as empresas mineiras Vale (Brasil) e Fortescue Metals Group (Austrália), que operam na região de Pilbara, assinaram um Memorando de Entendimento para aumentar a sua competitividade, num momento em que ambas lutam para ampliar a sua quota no mercado chinês do aço, nota o jornal.

O acordo prevê a constituição de uma ou mais joint-ventures para harmonizar e distribuir os produtos de ambas as empresas, visando alcançar os seus concorrentes, como a BHP Billiton e a Rio Tinto. O contrato também garante à Vale a opção de desenvolver empreendimentos conjuntos com a Fortescue Metal Group na Austrália bem como tomar uma posição minoritária de 5 a 15 por cento na holding da Fortescue.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill