Bancarrota ameaça transportadoras de granéis sólidos

As companhias chinesas de transporte marítimo de granéis sólidos estão a ser particularmente afectadas pela deterioração da economia na China e muitas enfrentam mesmo o risco de bancarrota, de acordo com o Shangai International Shipping Institute (SISI).

Esta realidade é comprovada pelos baixos índices de confiança no sector do transporte marítimo e pelas quebras nos níveis de capacidade de transporte, utilização de espaço, receitas de fretes e rentabilidade, entre outros.

O ano de 2015 já foi pródigo em falências no sector. Várias companhias não resistiram a um mercado implacável, incluindo a Windland Ocean Shipping Corp e a Wuzhou Ship Repairing & Building Co Ltd.

Ainda segundo dados do SISI, a longo prazo, mais de 60 por cento das 50 transportadoras marítimas de granéis sólidos inquiridas enfrentavam risco de perdas e cerca de 40 por cento enfrentavam risco de falta de liquidez.

Com a entrada em 2016 numa situação de debilidade, estes transportadores terão também de fazer face a um mercado de capitais rígido e à incapacidade de garantirem financiamento.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill