Porto de Algeciras

A Autoridade Portuária da Baía de Algeciras (APBA) pretende abrir um concurso público para adjudicar a concessão de um terceiro terminal, no âmbito da fase B da ampliação do porto de Algeciras na Ilha Verde Exterior, informa o jornal espanhol Terminal XXI. De acordo com a notícia, o terminal terá uma superfície de 37 hectares e uma zona de atracagem com 790 metros e calados superiores a 16 metros, o que permitirá acolher a mais recente geração de navios mercantes.

O novo terminal deverá ser altamente automatizado e colocar forte pressão nos operadores actualmente instalados no Estreito de Gibraltar. Segundo o jornal, com este concurso, a APBA pretende captar novos investidores para aquele que é considerado o principal porto espanhol em tráfego de mercadorias, que poderá aumentar o seu movimento anual em 1,5 milhões de TEU.

Entre os potenciais interessados poderão estar a Total Terminal International de Algeciras (TTIA) e APM Terminals, que já operam terminais no porto, ou mesmo um terceiro operador que pretenda assumir posição numa infra-estrutura cada vez mais valorizada no plano estratégico e fundamental para os navios que atravessam o Estreito de Gibraltar, adianta o jornal.

De acordo com o mesmo órgão de comunicação, em 2015, o porto de Algeciras atingiu um movimento de mercadorias de 98,5 milhões de toneladas, mais três por cento do que em 2014, e 4,5 milhões de TEU. Citando o presidente da APBA, o jornal refere que o objectivo do porto é movimentar cerca de 100 milhões de toneladas em 2016, para o que será importante melhorar a linha férrea Algeciras-Bobadela. Para que essa obra esteja concluída em 2020, tal como se comprometeu o Governo espanhol, deveriam ser investidos 250 milhões de euros, acrescenta ainda o jornal, citando o mesmo responsável.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill