Ao colocar todos os coeficientes em 0,90, o porto torna-se o mais barato de Espanha

O conselho de administração do porto de Algeciras decidiu reduzir as tarifas portuárias para um coeficiente de 0,90, aplicáveis em 2016, menos 5% do que em 2015, informa o jornal Transporte XXI. A medida implicará uma diminuição de 20,6 milhões de euros em receitas e tem por objectivo captar mais navios e criar novos postos de trabalho na região, refere o jornal. Além disso, torna o porto o mais barato de Espanha.

Os responsáveis do porto mantiveram as bonificações sobre as tarifas de tráfego de contentores, reparações, bunkering e movimento de granéis líquidos e até ao limite permitido por lei (40%). De acordo com Joé Lorca, presidente da Puertos del Estado, a entidade pública responsável pela execução da política portuária do Governo espanhol, citado pelo jornal, estes coeficientes «representam um desafio para o sistema portuário espanhol».

Joé Lorca terá apoiado a medida e considera que a redução dos coeficientes pode servir para melhorar a competitividade de um porto já sujeito a alta volatilidade e a uma concorrência neste tipo de tráfego proveniente do Mediterrâneo oriental.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill