Petrobras

A Petrobras já deu início ao processo de venda dos seus terminais de gás natural liquefeito (GNL) do Rio de Janeiro e Ceará, bem como das centrais termoeléctricas que lhes estão associadas, referia há dias o World Maritime News.

De acordo com a Petrobras, citada pelo jornal, até 3ª feira ainda não existiam acordos assinados que garantissem a transacção e qualquer facto relevante sobre o assunto será oportunamente revelado ao mercado.

No entanto, citando o jornal brasileiro «O Globo», o World Maritime News refere que a companhia norte-americana Cheniere Energy and Engie (antiga GDF Suez) está na corrida para a aquisição.

Há duas semanas, o presidente da empresa, Pedro Parente, referiu que os desinvestimentos são essenciais para a Petrobras, que carece de financiamento e não aguarda por nenhum mecanismo de apoio governamental, segundo referiam meios de comunicação brasileiros.

É nesse sentido e no âmbito de um programa que pretende angariar 12000 milhões de euros em 2016, que se enquadra a venda recente venda de activos na Argentina e no Chile por 1200 milhões de euros, referiam os mesmos meios de comunicação.

O World Maritime News recorda que a capacidade diária de regaseificação é de 20 milhões de metros cúbicos no terminal do Rio de Janeiro e de 7 milhões no de Ceará.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill