As autoridades chinesas já aprovaram a aquisição da empresa de navegação e logística Sinotrans & CSC Holdings Co pelo conglomerado estatal China Merchants Group, sediado em Hong-Kong e cotado em Bolsa. Os rumores desta fusão, ou «reorganização», conforme lhe chamam as autoridades chinesas, surgiram em Setembro deste ano, e serão confirmados quando a Sinotrans & CSC Holdings Co se tornar uma subsidiária integralmente detida pela China Merchants Group.

O anúncio desta integração surge na sequência da fusão de outras duas companhias de navegação chinesas: a China Ocean Shipping Group (Cosco) e a China Shipping Group. A operação enquadra-se no esforço do Governo chinês em consolidar companhias estatais e reduzir perdas resultantes da sobre-capacidade que caracteriza o mercado do transporte marítimo internacional.

De acordo com responsáveis da Siontrans, citados pela imprensa internacional, “a reorganização visa alcançar economias de escala e sinergias, em particular nas áreas da logística, energia, transporte a granel, desenvolvimento de propriedades, portos e engenharia offshore, entre dois grupos, para acelerar o desenvolvimento de uma companhia líder e competitiva no plano internacional”.

Recorde-se que em 2014 a Cosco esteve na rota da presidente do Conselho de Administração do Porto de Lisboa, Marina Ferreira, durante a sua deslocação à China em busca de investidores para um futuro terminal de contentores no Barreiro.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill