Para testar um sistema autónomo de anti-colisão foram realizadas manobras com segurança no Mar do Norte, no âmbito do projecto Joint Industry Project Autonomous Shipping
MAR MOTTO

Foi recentemente testado um sistema de navegação marítima autónoma anti-colisão: uma embarcação realizou manobras com segurança, mas é necessário um maior desenvolvimento do sistema para lidar com complexas situações de tráfego marítimo de maneira mais eficiente, segundo vários meios de comunicação.

Esta foi a conclusão tirada após uma série de operações teste levados a cabo pela primeira vez no no Mar do Norte, a cinco milhas da costa de Den Helder, na Holanda. A embarcação em questão, a SeaZip 3, equipada com tecnologia de prevenção de colisão, realizou 11 manobras de teste, entre as quais uma interacção com o Octans, um navio de treino do Instituto Marítimo Willem Barentsz and Guardian e um Reboque de Emergência operado pela Guarda Costeira da Holanda. Isto depois de ter iniciado testes no centro de simulação MARIN, em Wageningen, também na Holanda.

Integrado na Joint Industry Project Autonomous Shipping, este é um projecto de pesquisa de dois anos iniciado em 2017, com o apoio de algumas empresas, como a Damen Shipyards, a SeaZip Offshore Service e a Robosys Automation, orientado pela Netherlands Maritime Technology (NMT). “Estamos orgulhosos pelo facto de nosso consórcio de 17 parceiros ter estabelecido as primeiras operações autónomas com navios de alto mar no Mar do Norte”, comentou Marnix Krikke, Director de inovação da Netherlands Maritime Technology (NMT).

“Estamos sempre ocupados com a inovação da SeaZip Offshore Service e orgulhosos pelo facto de o nosso navio de serviço offshore SeaZip 3 ser o primeiro a realizar um teste totalmente autónomo no Mar do Norte. A participação neste projecto aumentou o nosso conhecimento numa ampla gama de áreas e ajudar-nos-á a crescer ainda mais enquanto empresa de transporte no futuro”, conclui Mark Van der Star, da SeaZip Offshore Service.  Note-se que o projecto é parcialmente financiado pelo subsídio TKI-Maritiem do Ministério de Assuntos Económicos e Política Climática da Holanda. Pelo que estes testes forneceram dados para um roteiro autónomo de navegação. Roteiro esse que definirá obstáculos, tecnologia e potencial e que poderá orientar instituições de conhecimento, academias e Governos para um maior conhecimento da indústria marítima holandesa.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill