Todos terão capacidade para 15 mil TEU, mas metade serão alimentados a GNL e metade terão scrubbers

A CMA CGM encomendou 10 porta-contentores de 15 mil TEU, cinco dos quais alimentados a gás natural liquefeito (GNL) e cinco equipados com depuradores de gases de escape de navios (scrubbers), aos estaleiros da China State Shipbuilding Corporation (CSSC), referem vários meios de informação internacionais.

Os navios terão 366 metros de comprimento, irão operar nas linhas Ásia-Mediterrâneo e serão entregues a partir de 2021 para substituir 10 outros navios. Além de contribuírem para reduzir as emissões na indústria de transporte marítimo, estes navios irão sustentar o esperado crescimento da empresa e a modernização da sua frota.

A importância deste acordo pode bem ser expressa pelo facto de ter sido assinado entre os chairmans das duas empresas na presença dos Presidentes francês, Emmanuel Macron, e chinês, Xi Jinping. Além disso, as empresas também assinaram um acordo de cooperação para desenvolver navios mais eficientes e amigos do ambiente.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill