O evento do Big Wave Risk Assessment Group decorreu na Ribeira Grande no âmbito da 5ª temporada do projecto EDP Mar Sem Fim
Frederico Morais

No último fim-de-semana, decorreu na Ribeira Grande, nos Açores, o BWRAG Summit Açores 2019, um importante evento sobre segurança e salvamento de ondas grandes, no âmbito da 5ª temporada do projecto EDP Mar Sem Fim. O encontro incluiu Workshops de formação de segurança e resgate em ondas grandes previu também passeios/demonstrações de Surf a jornalistas convidados, nas ondas descobertas pelas Expedições EDP Mar Sem Fim, nomeadamente no Pico da Viola e no Baixio de Santana.

As sessões ficaram a cargo da equipa do Big Wave Risk Assessment Group, do Havai, considerada a mais famosa equipa mundial de resgate e salvamento em ondas grandes, representada pelos surfistas internacionais Danilo Couto e Kohl Christensen, fundadores do projecto, e pelo famoso Brian Keaulana, um dos maiores e mais prestigiados peritos em segurança de ondas grandes do mundo.

A Câmara Municipal de Ribeira Grande foi o principal patrocinador do evento, que também teve o apoio da Mitsubishi Motors, Yamaha, da Azores Airlines e de parceiros locais que se quiseram associar, disponibilizando meios e materiais indispensáveis à sua realização.

Importa recordar que o BWRAG existe para consciencializar os surfistas para os riscos dos oceanos, ensinando-lhes protocolos de segurança, correcto uso de equipamentos e tecnologias, e treinando-os para potenciarem uma prática segura de surf.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill