A anterior Volvo Ocean Race, uma das maiores regatas do mundo, mudou de co-proprietário - da Volvo Group passou para a Atlant Ocean Racing -, passando a chamar-se The Ocean Race.
The Ocean Race
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A vulgarmente conhecida Volvo Ocean Race, uma das maiores regatas de vela do mundo, mudou de co-proprietários e por isso de nome. Passou da Volvo Group para a Atlant Ocean Racing, com a designação de The Ocean Race.

A agora designada The Ocean Race foi recentemente indicada para prémios da indústria desportiva em três áreas – Fan or Community Engagement Award (marcas mais originais e envolventes no desporto), Cutting Edge Sport (marcas com maior desafio tecnológico) e o Prémio de Desenvolvimento Social e Sustentável. Prémios que serão revelados no dia 25 de Abril, na Battersea Evolution, em Londres.

“Estamos muito satisfeitos por ter sido seleccionados para alguns eventos e campanhas impressionantes em três áreas fundamentais para a nossa organização”, explicou o Co-Presidente da The Ocean Race, Johan Salén. “A edição de 2017-18 da prova fez-nos alterar as percepções da vela como desporto e alcançar mais fãs do que nunca”, conclui.  Note-se que a BT Sport Industry Awards 2019, com 19 categorias de grande competição, reúne as maiores e melhores marcas desportivas, campanhas, eventos e organizações, incluindo Adidas, Nike, Fórmula 1, Visa, BT Sport e European Tour.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill