Os países que se mantiveram no Plano de Acção Conjunto Global decidiram criar uma nova entidade que permita manter transacções legítimas com o Irão, apesar das sanções dos Estados Unidos
Plano de Acção Conjunto Global
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Na sequência de uma reunião ministerial ocorrida esta semana, ficou decidido que a União Europeia (UE), a Rússia e a China vão manter as relações comerciais com o Irão, apesar da retirada dos Estados Unidos do Plano de Acção Conjunto Global (JCPOA, na sigla em inglês) sobre o programa nuclear iraniano e das sanções impostas pela Administração Trump à República Islâmica.

E para manter esse relacionamento, será instituída uma entidade que permitirá realizar legitimamente as transacções financeiras relacionadas com as exportações (incluindo gás e produtos petrolíferos) e importações do Irão, contornando o efeito das sanções dos Estados Unidos. O novo mecanismo, que está a receber a designação de Special Purpose Vehicle (SPV), visa manter a economia iraniana a funcionar.

Em termos práticos, conforme refere Federica Mogherini, Alta Representante da UE para Política Externa e Segurança, “isto significa qe os Estados membros da UE criarão uma entidade para facilitar as transacções financeiras legítimas com o Irão e isso permitirá às empresas europeias continuar o comércio com o Irão, de acordo com a lei da UE, e pode ser aberto a outros parceiros mundiais”.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

  1. Da Cartografia na Antiguidade até à Cartografia Portuguesa

    Novembro 16 @ 15:00 - 17:30
«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill