A SEA-KIT Maxlimer transportou uma caixa de ostras entre o Reino Unido e a Bélgica, e fez a viagem de regresso com um carregamento de cerveja belga
MAR MOTTO
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Há uma semana, a SEA-KIT Maxlimer terá sido a primeira embarcação de superfície não tripulada a fazer uma viagem comercial no Mar do Norte, refere a BBC, com base em declarações do proprietário. A viagem decorreu entre West Mersea, no Reino Unido, e Ostende, na Bélgica, e envolveu o transporte de uma caixa de ostras. Na Quinta-feira seguinte, a embarcação fez a viagem de regresso, mais uma vez sem tripulação, com um carregamento de cerveja belga.

Segundo a BBC, a embarcação utilizou um sistema de comunicações e controlo conhecido como Global Situational Awareness, via Internet, que permite a um operador, remotamente, acesso a imagens CCTV, imagens térmicas e radar, bem como ouvir em directo o som envolvente e mesmo comunicar com outras embarcações na vizinhança.

A embarcação, de 12 metros de comprimento e 2,2 metros de largura, foi concebida pela Hushcraft Ltd, em Tollesbury, no Essex (Reino Unido) e destinava-se originalmente a participar na competição Shell Ocean Discovery XPRIZE, para teste de tecnologias inovadoras de navegação marítima autónoma e de novos métodos de mapeamento do fundo marinho. A SEA-KIT Maxlimer pode instalar e recolher veículos submarinos equipados com sonar.

De acordo com um responsável da SEA-KIT International Ltd, esta embarcação permite fazer o mesmo trabalho de uma embarcação tradicional, mas com apenas 5% do combustível, o que abre portas à edução de emissões de carbono e deixa antever novas demonstrações capazes de provar a sua viabilidade comercial. A propulsão da embarcação foi híbrida (diesel/eléctrica).



Um comentário em “Primeira viagem comercial de uma embarcação não tripulada no Mar do Norte”

  1. José Cavalcante diz:

    Bom dia , acho essa tecnologia muito importante mas, não concordo muito com essa navegação não tripulada, acidentes podem acontecer já com tripulação vários acidentes acontecem, nem sempre a economia é a melhor solução foram muitos anos navegando no longo curso e por várias vezes foram momentos tensos principalmente aonde existe muito tráfego de navios . O FOG, é uma dessas preocupações.essa é minha opinião. Navios tem que ser tripulados principalmente com cargas perigosas e explosivas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill