Documento favorece a sustentabilidade e da espécie e é importante para a Madeira e os Açores
Lagostim
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Esta semana, a PONG-Pesca assinou a Declaração dos Açores, “que pretende apoiar a Pesca de Atum de Salto e Vara e estabelece o compromisso definitivo para garantir um futuro sustentável e equitativo para estas pescarias, bem como para dar prioridade às necessidades das comunidades e culturas a elas associadas”, refere a organização.

Resultado da “primeira conferência de pesca de atum de salto e vara, organizada pelo Governo Regional dos Açores e a International Pole&Line Foundation, na ilha do Faial, em Outubro de 2017”, esta declaração é “uma ferramenta essencial para reconhecer a importância das pescarias de salto e vara em todo o mundo, assegurar a sua sustentabilidade e a prosperidade das comunidades que dela dependem, como é o caso da Madeira e dos Açores”, segundo a PONG-Pesca.

Até ao momento, a declaração foi assinada por 48 organizações de 10 países.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill