Plástico de Uso Único - uma dependência da sociedade - tem de acabar.
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Plásticos: o tema da agenda. Neste âmbito, a Sciaena e o CIMA – Centro de Investigação Marinha e Ambiental, realizaram, esta Segunda-feira, um seminário intitulado “Portugal e a Redução de Plásticos de Uso Único”, na Universidade do Algarve. 

Desde oradores do sector da indústria dos plásticos, do retalho e da reciclagem, entidades governamentais, organizações ambientais à comunidade académica, bastantes foram os interessados em debater o problema da poluição por plásticos, bem como as metas da União Europeia a atingir a nível nacional.

“Este foi o primeiro evento organizado pela Sciaena como parte dos nossos esforços para combater o lixo marinho. No futuro queremos focar-nos em questões mais específicas, como os sistemas de depósito de garrafas ou os microplásticos. Mas este evento mostrou-nos que esta abordagem circular, ampla e transversal faz todo o sentido. Todos – desde os produtores aos consumidores – somos responsáveis por este problema do plástico. E é claro que todos seremos essenciais para o resolver”, refere Gonçalo Carvalho, Coordenador Executivo da Sciaena,

Focados na implementação da Directiva dos SUP e nos planos de acção que possuem os diferentes actores, ao longo do debate os diversos oradores foram demonstrando a forte vontade de “iniciar uma mudança para uma economia verdadeiramente circular, reduzindo, reutilizando e apoiando um sistema de reciclagem mais transparente e que gere valor acrescentado”, pode ler-se no comunicado. 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill