Ministro do Petróleo e Energia classifica novo concurso como um marco determinante para a exploração dos recursos noruegueses

A Noruega lançou um novo concurso para a exploração de petróleo no Sudeste do Mar de Barens, após um longo adiamento por preocupações de ordem ambiental.

Para Tord Lien, Ministro Norueguês do Petróleo e Energia, este novo concurso, envolvendo 54 blocos, 34 dos quais no Mar do Norte, 16 no Mar da Noruega e 4 no Mar de Barens, é um novo marco na capacidade de exploração petrolífera norueguesa, possibilitando novo crescimento económico, nova criação de valor e novas oportunidades de emprego, sendo também a primeira vez que, desde 1994, se dá início à exploração de uma nova área completamente nova na plataforma continental norueguesa.

Grupos ambientalistas noruegueses e internacionais, pediram a exclusão de alguns blocos na parte Nordeste do Sudeste do Mar Barens por proximidade com o limite dos bancos de gelo do Árctico mas o Governo redesenhou o mapa das limitações, entretanto entregue ao Parlamento para aprovação.

A Statoil irá ficar com 15 licenças na área da Plataforma Continental Norueguesa, 8 das quais para exploração directa.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill