29.555 pessoas visitaram a feira e entre 606 inquiridos, 89% confessou recomendar a feira a amigos e familiares e 89% tenciona regressar na próxima edição
Nauticampo
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A maior feira de náutica da Península Ibérica e a mais antiga da FIL, realizada entre 20 e 24 de Fevereiro, apesar de ter recebido menos visitantes este ano, 29.555, em comparação com os mais de 35 mil visitantes de 2018, está, segundo os organizadores, a cumprir “expectativas de um certame que tem vindo a aumentar a sua área exposicional anualmente”.

E a opinião dos visitantes vai ao encontro deste balanço positivo. Num universo de 606 visitantes inquiridos, 89% confessou recomendar a feira a amigos e familiares e 89% tenciona regressar na próxima edição, sendo que apenas 60 destes visitantes são profissionais do sector. A taxa de fidelização mantém-se: 64% visitam a Nauticampo anualmente, ou o já o fez, pelo menos, cinco vezes, sendo que 11% visitaram pela primeira vez.

No Salão Internacional Náutico de Navegação de Recreio, Aventura, Campismo, Caravanismo e Piscinas, 74% dos inquiridos referem ter ficado satisfeitos ou muito satisfeitos com a oferta de produtos ou serviços e 28% desse universo visitou a feira para adquirir produtos ou serviços.

“A Nauticampo (…) tem todos os argumentos para alargar a sua ambição e reposicionar-se em fileiras e cadeias de valor mais abrangentes, nomeadamente em relação à economia do mar, assim como atrair parceiros relevantes a nível nacional e internacional”, referiu o presidente da Fundação AIP, Jorge Rocha de Matos, no discurso de inauguração do certame.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill