Os armadores gregos concordaram pagar, pelo menos, 75 milhões de euros ao Estado, alterando a forma de serem taxados
União dos Armadores Gregos
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O Governo grego emitiu recentemente um comunicado no qual declara a nova forma de cobrança: um imposto sobre dividendos de 10%, outrora cobrado sobre a tonelagem bruta. Desde Fevereiro, os armadores, que concordaram pagar, pelo menos, 75 milhões de euros anualmente ao Governo, já actuam sob a nova taxa.

O acordo, não sendo obrigatório, surgiu numa tentativa de contrariar a crise financeira de 10 anos da qual o país emerge agora. Até porque há muito que a Grécia concede isenções fiscais generosas aos seus armadores, segundo o comunicado.

O novo imposto, discutido na assembleia geral anual da União dos Armadores Gregos (UGS) no início do mês, segundo o presidente da UGS, Theodore Veniamis, respeita a estrutura legal e tributária para actividades relacionadas com o transporte marítimo, observando igualmente que a indústria está a apoiar “o esforço que o Governo está a fazer para um futuro melhor na Grécia”.

“Esta taxa fixa permitirá ter orçamentos e contar com algumas receitas constantes, que são algo importante nos dias que correm. 10% é um acordo importante que alcançamos”, explicou o Primeiro-Ministro, Alexis Tsipras.

Note-se que a navegação é um sector vital para a economia do país. Armadores gregos operam alguns dos maiores petroleiros e graneleiros do mundo, representando a navegação grega quase metade da capacidade total da frota da União Europeia.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill