Tendo em vista fortalecer a ligação dos jovens com o Oceano e promover a literacia azul, a Fundação Oceano Azul e o Oceanário apoiam o Desporto Escolar com a doação equipamentos náuticos no valor de 130 mil euros.
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Entre os equipamentos náuticos doados encontram-se 12 barcos Laser Bahia, 2 barcos Access para a prática de vela adaptada e 15 pranchas de Stand Up Paddle, representando um investimento total na ordem dos 130 mil euros, tendo em vista aproximar a nova geração ao mar através da prática de desportos náuticos e inspirá-la para que se tornem cidadãos mais activos na conservação e sustentabilidade do Oceano. 

José Soares dos Santos, Presidente do Conselho de Administração da Fundação Oceano Azul e do Oceanário de Lisboa, defende que «não conseguiremos ser um país de mar sem os jovens mas não será possível atraí-los se não promovermos, desde cedo, a sua ligação ao mar. Por isso, adianta, este projecto contribui para um dos principais objectivos da Fundação e do Oceanário: preparar uma geração azul em Portugal, tal como assumido com a criação da própria Fundação Oceano Azul há três anos».

Os equipamentos para a prática das modalidades náuticas referidos irão ser atribuídos a 19 Centros de Formação Desportiva frequentados por mais de 20.000 alunos do ensino básico e secundário, localizados em 17 diferentes municípios, de Norte a Sul do país, entre os quais incluem Mafra, Nazaré e Peniche, onde está a ser implementado o programa-piloto da Fundação Oceano Azul e do Oceanário de Lisboa destinado aos alunos do primeiro ciclo do ensino básico, «Educar para uma Geração Azul».



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill