Numa tentativa de se comprometerem com os oceanos e com o seu "bem-estar", elementos das Nações Unidasestiveram reunidos para assinalar o dia mundial da vida selvagem, cujo tema, este ano, foi a «Vida abaixo da água: para pessoas e planeta».
PNUD
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Altos representantes das Nações Unidas estiveram reunidos para assinalar o dia mundial da vida selvagem, como habitualmente, a 3 de Março, e este ano o tema foi a «Vida abaixo da água: para pessoas e planeta». O tema surge numa tentativa de reverter a situação pouco sustentável pela qual passam os oceanos, segundo vários meios de comunicação.

Neste sentido, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) está a tentar encontrar soluções baseadas na natureza e na tecnologia para proteger os oceanos e alavancar novas oportunidades para garantir a subsistência da comunidade e da actividade económica em torno do mar.

Note-se que até hoje já foram conhecidas mais de 240 mil espécies marinhas. Ainda assim, muitas estarão por descobrir. E essa vida selvagem marinha sofre cada vez mais com as alterações climáticas, com a poluição, nomeadamente do plástico, e com a sobrepesca, problema que urge ser revertido.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill