Em comunicado, a DGRM considerou falsas as notícias divulgadas sobre esta atribuição
TUPEM
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Em comunicado, a Direcção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM) veio desmentir notícias sobre a atribuição de um título de utilização privativa de espaço marítimo (TUPEM) às dragagens do Sado.

De acordo com a DGRM, “não foi tomada qualquer decisão sobre nenhum TUPEM” relativos a essas dragagens e “as notícias vindas a público nesse sentido são completamente falsas”.

Segundo uma notícia avançada pela RTP, que o comunicado contraria, a DGRM teria decidido chumbar uma localização para depósito de 6,5 milhões de metros cúbicos de areia retirada do Sado no âmbito das dragagens do rio para facilitação de acesso ao porto de Setúbal. Tal localização iria prejudicar a pesca de bivalves.

Já depois do da emissão do comunicado, a RTP emitiu uma entrevista com um responsável da Bivalmar, uma empresa de pesca de Setúbal em que este admitia ter tido contacto com fonte da DGRM, que lhe terá dito que a localização fora chumbada e que nova localização seria conhecida esta semana.

 

 

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

  1. Seminário WavEC 2018

    4 Dezembro, 2018 - 5 Janeiro, 2019
«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill