Vários analistas e operadores de mercado reconhecem que o Extremo Oriente é cada vez mais determinante para o desenvolvimento do transporte marítimo e está a acolher cada vez mais empresas do sector que escolhem destinos naquela zona do globo para instalarem delegações
Taxas aduaneiras dos Estados Unidos
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A apresentação internacional do projecto International Maritime Industries (IMI) na feira comercial Posidonia 2018, em Atenas, confirmou o que muitos operadores do transporte marítimo global têm dito sobre a deslocação para Oriente dos grandes centros de competências do sector.

Sem ser uma novidade, este projecto estimado em 4,4 mil milhões de euros a instalar na costa leste da Arábia Saudita, será um enorme estaleiro e resulta de uma parceria entre a Saudi Aramco, a Lamprell Plc, a National Shipping Company of Saudi Arabia (“Bahri”) e a Hyundai Heavy Industries Co. Ltd. (HHI).

De acordo com Nicholas Brown, da sociedade certificadora Bureau Veritas, citadp pelo World Maritime News, “à medida que o comércio aumenta e o controlo dos navios e mercadorias se desloca para Oriente, assistimos à emergência de novos clusters e centros de navegação”.

O mesmo responsável afirma ainda que cada vez mais os operadores marítimos de todo o mundo admitem a criação de um ambiente fértil ao comércio e à inovação a Oriente, capaz de fornecer serviços e ecossistemas que os armadores, gestores de navios, portos e empresas, entre outros, precisam nesta fase de rápido desenvolvimento e digitalização.

Quanto mais maduras vão sendo as plataformas marítimas do Extremo Oriente, mais cresce a procura pelos seus serviços, principalmente por empresas de transporte marítimo europeias que querem penetrar na florescente economia asiática, em particular do Sul da Ásia e da China.

Um dos melhores exemplos dessa realidade é Hong-Kong, que já beneficia de ser uma importante porta de entrada para a China continental e onde várias empresas europeias relacionadas com o transporte marítimo, da Grécia, Chipre, Irlanda, Benelux, Espanha e mesmo Portugal, estão a instalar delegações.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

  1. Seminário: Exploração de Hidrocarbonetos na Era da Transição Energética

    Junho 27 @ 14:30 - 18:30
«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill