A PONG-Pesca celebrou o seu quinto aniversário com a assinatura de um novo protocolo de entendimento entre as oito entidades que compõem a Plataforma das Organizações Não Governamentais Portuguesas sobre a Pesca
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A PONG-Pesca celebrou o seu quinto aniversário com a assinatura, no dia 17 de Novembro, de um novo protocolo de entendimento pelas oito entidades que compõem a PONG-Pesca, adaptando também a actividade da PONG-Pesca à fase pós-reforma da política comum de pescas. A assinatura do protocolo formaliza ainda a adesão do Observatório do Mar dos Açores (OMA) e da WWF Portugal à plataforma. A Pong-Pesca mostrou ainda a sua indignação com o prazo curto da consulta pública do novo programa operacional do FEAMP (Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas).

Gonçalo Carvalho, Coordenador da PONG-Pesca, explica que a plataforma surgiu em 2009 para acompanhar a reforma da política comum de pescas e que tem tido um papel activo na conservação do meio marinho e das pescas em particular. Debate-se com temas como gestão das pescas baseada em ciência, controlo efectivo das pescas e consulta das partes interessadas dentro da plataforma. Eventualmente, prevê-se um aumento das competências da plataforma para acompanhar os outros sectores da economia do mar, e ainda dar maior prioridade aos assuntos nacionais e não só aos europeus.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill