cabo submarino

Israel, Chipre e a Grécia ponderam construir um cabo eléctrico submarino para ligar as suas redes eléctricas, informam meios de comunicação internacionais. O projecto enquadra-se no âmbito de uma declaração comum sobre cooperação energética assinada pelos três países no final de Janeiro.

Entre as medidas previstas na declaração, consta a criação de uma comissão trilateral para estudar a construção de um gasoduto que una Israel a Chipre e à Grécia, visando abastecer a Europa. O mesmo órgão de comunicação cita o Primeiro-Ministro israelita, Benjamin Netanyahu, segundo o qual “é possível exportar gás através da electricidade”. O objectivo seria utilizar o gás para produzir elctricidade destinada à exportação.

Ainda segundo o governante israelita, mencionado pelo jornal, as reservas de gás do seu país poderiam permitir a construção de gasodutos até ao Egipto e Turquia. A opção por um gasoduto até Chipre e Grécia seria possível se fossem descobertas e desenvolvidas novas fontes de gás em Israel, mas alguns peritos duvidam da viabilidade do projecto.

Para o jornal esta declaração, na qual os autores sublinharam que estavam abertos a acolher outros países no seio desta aliança. Segundo o jornal, isso poderá ser um recado para o Egipto, que descobriu importantes reservas de gás no mar, e para a Turquia, que é um país consumidor e de trânsito de gás.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill