Num aviso público, a sociedade convidou os interessados a participarem na sessão e anunciou para este semestre o concurso para venda dos terrenos da antiga Margueira e a concessão de áreas para uma marina de recreio e um terminal de passageiros
Baía do Tejo

A Baía do Tejo, detida pela Parpública, em aviso divulgado publicamente, convidou na última semana que no dia 14 de Maio “todos os operadores económicos” a assistirem à apresentação do projecto de dinamização dos antigos terrenos da Lisnave, numa sessão que pode incluir encontros individuais com potenciais interessados no projecto.

O anúncio, citado em vários meios de imprensa, refere que a Baía do Tejo “tem intenção de proceder, durante o primeiro semestre de 2019, ao lançamento do concurso para alienação de terrenos situados na antiga área industrial da Margueira, na margem sul do rio Tejo, e à entrega para exploração em regime de concessão, de duas áreas de domínio público hídrico, no mesmo território, destinadas à implantação de uma Marina de Recreio e de um Terminal de Passageiros”.

Em causa estão terrenos com uma área de 630 mil metros quadrados, sujeitos a uma alienação a fazer “num único lote”, refere o Expresso, acrescentando que “os estudos de avaliação do activo estão já feitos, mas não são públicos” e que a “operação de venda, agora prometida para Maio, esteve prevista para o primeiro trimestre, como a Parpública assumia no primeiro trimestre do ano passado, mas o prazo não se concretizou”.



Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill