Projecto europeu experimental tem como objectivo manter e diversificar a actividade da pesca artesanal
ORFISH

O Governo Regional dos Açores anunciou a sua participação, através da Direcção Regional das Pescas, no Projecto ORIFISH. Um projecto coordenado pela delegação do Governo Regional de Guadalupe, e que inclui também os Açores, Madeira, Martinica, Canárias, Guiana Francesa, Reunião e Mayotte. Um projecto que tem como objectivo manter e diversificar a actividade da pesca artesanal evitando a pressão sobre os recursos costeiros, através da troca de conhecimento e inovação tecnológica entre as Regiões Ultraperiféricas da União Europeia e que terá a duração de um ano.

Além dos departamentos governamentais o ORFISH conta também com a participação/apoio de empresas, institutos de investigações entre outras entidades. No caso específico dos Açores os parceiros são a Federação de Pescas dos Açores, a Universidade dos Açores e a empresa SeaExpert.

O ORFISH resulta da decisão estratégica para a sustentabilidade no âmbito da nova Política Comum de Pescas no que concerne à actividade da pesca nas Regiões Ultraperiféricas. Mas o projecto vais mais longe. Ele também prevê a realização de experiências utilizando FADs (dispositivos agregadores de peixe) nos mares dos Açores e da Guiana Francesa, a monitorização da faina da pesca nocturna nas Caraíbas, do uso das linhas de mão e do palangre de fundo nas Canárias e nas Caraíbas. Tudo com base na partilha de informação. Que será concretizada através da criação de uma plataforma online e do estabelecimento de uma maior cooperação entre os vários agentes das diferentes Regiões Ultraperiféricas.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill