Na sequência de reposição de sanções ao Irão pelos Estados Unidos, o Panamá desfez o acordo que tinha com o Governo de Teerão para registar navios com o seu pavilhão
Autoridade Marítima do Panamá
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A Autoridade Marítima do Panamá (AMP) revogou o registo panamiano de 59 navios com ligações ao Irão, 21 dos quais são navios tanque detidos por armadores iranianos, referem vários meios de informação internacionais. Segundo as notícias, a revogação está relacionada com a reposição de sanções ao Irão pelos Estados Unidos.

Com esta medida, fica sem efeito o acordo entre o Panamá e o Irão, estabelecido em 2016, que permitia o registo de navios tanque iranianos no registo panamiano de navios. A decisão vai ainda prejudicar os esforços do Irão de desembarcar petróleo em vários portos internacionais. Neste momento, o país conta com 65 destes navios, a maioria detidos pela National Iranian Tanker Company (NITC) e muitos com mais de 10 anos, segundo dados da consultora VesselsValue citados pelo World Maritime News.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill