Proibição de entrar na zona económica não impede trânsito pelo Canal de Suez, protegido por um acordo do século XIX
Canal de Suez
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O Egipto baniu a entrada na Zona Económica do Canal do Suez (ZECS), que inclui quatro áreas de desenvolvimento e seis portos, a todos os navios do Qatar, na sequência do corte de relações diplomáticas com o Qatar, refere o World Maritime News, citando um anúncio feito pelo Chairman da Autoridade do Canal de Suez, Mohab Mamish.

A decisão está em sintonia com a decisão anterior do Egipto de proibir a entrada de navios do Qatar em portos egípcios, mas não impede o trânsito dos navios pelo Canal de Suez, protegido pelo Acordo de Constantinopla de 1869, que declara ilegal proibir a passagem de navios de quaisquer países pelo Canal de Suez.

Segundo o mesmo jornal, citando declarações oficiais à Al-Jazeera, no contexto do encerramento do corte de relações da Arábia Saudita, Egipto, Emiratos Árabes Unidos e Bahrein com o Qatar, o ministro da Energia deste país, Mohammed al-Sada, afirmou que as exportações de gás natural liquefeito (GNL) do Qatar para o Japão, Índia, Coreia do Sul e China, que representam 75% das suas exportações de GNL, não foram afectadas pelo boicote imposto pelos Estados árabes, que representam menos de 8% desse total.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill